MotoGP

Márquez põe Honda na frente no primeiro dia de testes na Malásia. Rins e Viñales completam top-3

Em se recuperando de uma cirurgia ombro esquerdo, Marc Márquez ditou o ritmo no primeiro dia de testes da MotoGP em Sepang. Com apenas 29 voltas nesta quarta-feira (6), o #93 fechou o dia com 0s259 de margem para Álex Rins. Maverick Viñales colocou a Yamaha no terceiro posto
Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo
 Marc Márquez (Foto: Repsol)
A temporada 2019 da MotoGP começou oficialmente nesta quarta-feira (6) com o dia inicial da primeira bateria de testes coletivos no ano. A ‘volta às aulas’, no entanto, não trouxe lá muitas mudanças, já que foi Marc Márquez quem ditou o ritmo.
 
Vindos de um shakedown recente no traçado malaio, Aleix Espargaró e Stefan Bradl, que substitui o lesionado Jorge Lorenzo na Honda, foram os primeiros a quebrar o silencio da pista nesta terça, mas aos poucos foram ganhando companhia.
 
Em um dia de forte calor, com a temperatura do asfalto chegando a 60°C, os pilotos tiveram uma verdadeira prova de fogo neste retorno das férias.
Marc Márquez rodou pouco, mas fez o melhor tempo (Foto: Repsol)
Quem não se saiu muito bem, aliás, foi Andrea Iannone. Agora na Aprilia, o italiano perdeu o shakedown por conta de uma infecção dentária e ainda caiu no início das atividades. Com cerca de 1h40min para o fim do primeiro dia de testes, a RS-GP #29 tinha completado apenas 19 voltas, mas algumas delas nas mãos de Bradley Smith, o piloto de testes da fábrica de Noale.
 
Voltando de cirurgia, Márquez não tardou a se colocar no topo da folha de tempos. Por voltas das 14h (3h de Brasília), o #93 cravou 1min59s621 e se instalou na ponta. O espanhol, porém, tirou o resto da tarde de folga para dar um descanso ao ombro ainda em recuperação.
 
Os tempos, então, permaneceram estáveis, até pela pouca movimentação na pista, mas, na hora final, já com a temperatura do asfalto baixando, os pilotos começaram a voltar à ativa para baixar tempo.
 
Tito Rabat foi quem mais avançou. Primeiro, o piloto da Avintia saltou para o nono posto, mas, depois, alcançou a quarta marca, 0s362 atrás do líder.
 
Mas, apesar de a movimentação na pista ter ficado mais intensa nesta hora final, as posições na tabela não foram assim tão impactadas. Márquez manteve o comando, 0s259 melhor que Álex Rins, o segundo colocado.
 
Em um teste considerado crucial para a Yamaha, Maverick Viñales cravou 1min59s937 na melhor de suas 63 voltas e ficou com o terceiro tempo, 0s046 melhor que Rabat, o quarto.
 
Estreando na Ducati, Danilo Petrucci fez 2min00s051 e ficou com a quinta colocação só 0s003 melhor que Valentino Rossi, o sexto. Takaaki Nakagami também melhorou na volta final e ficou com a sétima colocação.
 
Andrea Dovizioso foi 0s576 mais lento que Márquez e fechou o primeiro dia em Sepang com o oitavo tempo, à frente de Stefan Bradl. Com 2min00s313 e uma queda, Pol Espargaró completa o rol dos dez melhores.

0s762 mais lento que Márquez, Jack Miller fez o 11º melhor registro, 0s077 à frente de Franco Morbidelli, o 12º. Aleix Espargaró ficou com o 13º tempo, seguido por Cal Crutchlow, que ainda se recupera das lesões sofridas na parte final da temporada passada.
 
Estreante na MotoGP, Francesco Bagnaia anotou 2min00s694 e ficou com o 15º tempo, 0s208 à frente de Miguel Oliveira, o 16º. Também recém-chegado, Fabio Quartararo foi o 18º, com Joan Mir aparecendo apenas em 23º, 1s811 atrás do ponteiro.
 
MotoGP 2019, Malásia, Sepang, Teste coletivo, Dia 1:

1 M MÁRQUEZ Honda 1:59.621   26 29
2 A RINS Suzuki 1:59.880 +0.259 25 61
3 M VIÑALES Yamaha 1:59.937 +0.316 28 63
4 T RABAT Avintia Ducati 1:59.983 +0.362 58 59
5 D PETRUCCI Ducati 2:00.051 +0.430 8 54
6 V ROSSI Yamaha 2:00.054 +0.433 22 56
7 T NAKAGAMI LCR Honda 2:00.158 +0.537 54 55
8 A DOVIZIOSO Ducati 2:00.197 +0.576 17 49
9 S BRADL LCR Honda 2:00.214 +0.593 41 61
10 P ESPARGARÓ KTM 2:00.313 +0.692 3 44
11 J MILLER Pramac Ducati 2:00.383 +0.762 26 51
12 F MORBIDELLI SIC Yamaha 2:00.460 +0.839 58 60
13 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 2:00.602 +0.981 51 55
14 C CRUTCHLOW LCR Honda 2:00.681 +1.060 24 51
15 F BAGNAIA Pramac Ducati 2:00.694 +1.073 25 49
16 M OLIVEIRA Tech3 KTM 2:00.902 +1.281 58 59
17 K NAKASUGA/ K NOZANE Honda 2:00.965 +1.344 54 55
18 F QUARTARARO SIC Yamaha 2:00.985 +1.364 45 65
19 M KALLIO KTM 2:01.054 +1.433 4 20
20 J ZARCO KTM 2:01.121 +1.500 53 61
21 A IANNONE Aprilia Gresini 2:01.249 +1.628 35 36
22 S GUINTOLI Suzuki 2:01.286 +1.665 14 58
23 J MIR Suzuki 2:01.432 +1.811 24 55
24 K ABRAHAM Avintia Ducati 2:01.627 +2.006 25 45
25 J FOLGER Yamaha 2:01.736 +2.115 11 45
26 H SYAHRIN Tech3 KTM 2:01.853 +2.232 48 49