Márquez vê Dovizioso “super focado”, diz que Viñales “não se rende” e prevê campeonato com “muitos juízes”

Marc Márquez listou as forças de Andrea Dovizioso e Maverick Viñales na disputa pelo título de 2017 e avaliou que Valentino Rossi não será o único ‘juiz’ nesta reta final da temporada

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

16 pontos à frente de Andrea Dovizioso na classificação da MotoGP, Marc Márquez não espera facilidades na briga pelo título de 2017. Em uma temporada marcada pelo imprevisível, o espanhol admitiu que tudo pode acontecer nas quatro etapas que restam na temporada.
 
Nesta segunda-feira (2), durante o lançamento do novo Civic Type R em um evento no circuito de Jarama, Márquez destacou as forças de Dovizioso e Maverick Viñales, o terceiro na tabela, e lembrou que o resto do grid também vai ter um peso na disputa.
Marc Márquez lembrou que muitos pilotos podem interferir na disputa pelo título (Foto: Repsol)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Vejo um Dovi super centrado e super focado em acabar as corridas, em ser rápido e em não falhar, e um Maverick que não se rende, mas todos são perigosos e, se não forem eles, vai ser o resto do grid, porque podem te tirar pontos ou se colocarem no meio”, disse Márquez. 
 
Ainda, o piloto de Cervera avaliou que não foca “nas fraquezas” de seus rivais, mas sim “nos pontos fortes, porque assim os vê mais perigosos”. “Tenho muito em mente e estou bem certo de que este Mundial vai ser longo”, afirmou.
 
“Têm muitos pilotos na frente e em uma corrida você pode ceder muitos pontos por escolher mal o pneu ou o acerto”, considerou. “Tenho de ter a mesma mentalidade, porque na fase transoceânica pode chover e você não deve mudar a dinâmica e nem o espírito de dar 100% a cada treinamento”, defendeu.
 
“Sou sempre exigente comigo mesmo e agora vem a fase de três corridas seguidas e tudo pode acontecer. Dani [Pedrosa] caiu no Japão no ano passado e perdeu três corridas”, lembrou. “Tenho de estar focado em todos os treinos e só no meu box, embora tenha a pequena vantagem de, em caso de chuva como em San Marino, poder marcar meus rivais de perto e não arriscar 100%, mas ter a mesma mentalidade”, insistiu.
 
Questionado se via Valentino Rossi como possível árbitro da disputa pelo título, Márquez respondeu: “Creio que, pelo nível que existe, teremos muitos juízes”. 
 
“É muito difícil saber o que vai acontecer ou fazer um prognóstico. Você tem de olhar para todos os rivais, porque sabemos que pode aparecer um [Danilo] Petrucci como em Misano ou [Jorge] Lorenzo como no MotorLand, e, no fim, você tem de ser rápido na pista, depender de você mesmo e dar 100%”, apontou.
 
Por fim, Márquez admitiu que “foi surpreendente” ver Valentino de volta e em alto nível em Aragão, mas rechaçou os rumores de que o #46 fingiu a lesão. 
 
“Sendo piloto, não me entra na cabeça jogar ou mentir uma lesão. É uma coisa que você não deseja a ninguém”, comentou. “Além disso, isso fez com que suas opções diminuíssem bastante, então não vejo sentido”, concluiu.
PLANEJANDO FUTURO

LÍDER DO EUROPEU DE MOTO2, GRANADO MIRA VOLTA AO MUNDIAL  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube