Martín desfila bom ritmo e lidera primeiro treino livre na Alemanha. Líder da Moto3, Mir fecha em quinto

Jorge Martín impôs um ritmo forte na manhã desta sexta-feira (30) e ficou com a liderança do primeiro treino livre da Moto3 em Sachsenring. Bo Bendsneyder aparece em segundo, com Nicolò Bulega completando o top-3. Líder do Mundial, Joan Mir ficou apenas em quinto

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Jorge Martín foi o mais rápido no primeiro treino da Moto3 em Sachsenring. Rei das poles em 2017, o #88 mostrou um ritmo forte ao longo dos 40 minutos de sessão e fechou a manhã de sexta-feira (30) com 0s111 de margem para Bo Bendsneyder, o segundo colocado. Nicolò Bulega completa o top-3.
 
Martín liderou a maior parte da sessão e foi o primeiro a rodar abaixo da marca de 1min28s. Nos instantes finais, Bendsneyder também alcançou 1min27s, mas não o suficiente para ameaçar a liderança do titular da Gresini.
Jorge Martín foi o mais rápido nesta manhã (Foto: Gresini)
0s153 mais lento, Bulega ficou em terceiro, à frente de Philipp Oettl e Joan Mir, o líder do Mundial. Marcos Ramírez completa o top-6.
 
Enea Bastianini foi o primeiro a liderar a sessão, mas acabou em sétimo, seguido por Livio Loi, Arón Canet e Fabio Di Giannantonio.
 
Saiba como foi o primeiro treino da Moto3 em Sachsenring:
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A sexta-feira em Oberlungwitz amanheceu nublada, mas os pilotos da Moto3 puderam começar a trabalhar com pista seca. Quando a pista foi aberta, os termômetros marcavam 15,5°C, com o asfalto chegando em 15,1°C.
 
Enea Bastianini abriu a sessão na ponta, 0s133 à frente de Romano Fenati. Jorge Martín tinha o terceiro tempo. O piloto da Estrella Galicia 0,0 se manteve na ponta na volta seguinte, se afastando ainda mais do #5.
 
Minutos depois, Mir tomou a liderança com 1min29s589, 0s011 melhor que Fenati. Bastianini caiu para terceiro, à frente de Loi e McPhee.
 
Ainda nos primeiros minutos, Kaito Toba sofreu um queda na curva 2 e precisou ser evitado pelo pelotão, que vinha passando enquanto ele estava no meio do asfalto. O nipônico deixou a pista amparado pelos fiscais.
 
Logo depois, John McPhee caiu na curva um ao rodar ligeiramente fora da linha, mas não se feriu e logo voltou para a pista.
 
Um pouco depois, Martín assumiu o comando da sessão, à frente de Mir. Com cerca de 16 minutos para o fim do treino, Bendsneyder passou em 1min29s371 e pegou a liderança, 0s089 melhor que Jorge. Mir era o terceiro.
 
Martín logo reagiu, mas não ficou na ponta por muito tempo, já que Rodrigo alcançou 1min28s952, 0s006 melhor que Di Giannantonio, o novo segundo colocado. O #88 caiu para terceiro, à frente de Bendsneyder, Guevara e Mir.
 
Sem demora, Di Giannantonio anotou 1min28s717 e assumiu o comando da sessão, 0s235 mais rápido que Rodrigo, o segundo colocado.
 
Depois de uma passagem pelos boxes, Martín voltou para chegar a 1min28s225 e retomar a liderança, 0s492 melhor que Di Giannantonio. O #88 foi ainda melhor na volta seguinte e levou a margem para 0s5, sendo o primeiro a rodar na casa de 1min27s.
 
Bulega, então, saltou para a segunda colocação, 0s153 mais lento que Martín. Bendsneyder tinha o terceiro tempo, à frente de Oettl, Mir e Ramírez.
 
Bendsneyder, então, apertou o passo e entrou na casa de 1min27s, mas apenas para se instalar a 0s111 de Martín, o líder.

Moto3, GP da Alemanha, Sachsenring, 1º Treino Livre:
1 88 JORGE MARTÍN ESP GRESINI Honda 1:27.868  
2 64 BO BENDSNEYDER HOL RED BULL KTM AJO 1:27.979 +0.111
3 8 NICOLÒ BULEGA ITA VR46 KTM 1:28.021 +0.153
4 65 PHILIPP OETTL ALE SCHEDL GP KTM 1:28.256 +0.388
5 36 JOAN MIR ESP KIEFER Honda 1:28.271 +0.403
6 42 MARCOS RAMÍREZ ESP WORLDWIDE KTM 1:28.273 +0.405
7 33 ENEA BASTIANINI ITA ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:28.431 +0.563
8 11 LIVIO LOI BEL KIEFER Honda 1:28.459 +0.591
9 44 ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:28.572 +0.704
10 21 FABIO DI GIANNANTONIO ITA GRESINI Honda 1:28.588 +0.720
11 84 JAKUB KORNFEIL TCH SAXOPRINT Peugeot 1:28.660 +0.792
12 5 ROMANO FENATI ITA ONGETTA Honda 1:28.809 +0.941
13 19 GABRIEL RODRIGO ARG RBA Mahindra 1:28.952 +1.084
14 16 ANDREA MIGNO ITA VR46 KTM 1:28.991 +1.123
15 17 JOHN MCPHEE ING BRITISH TALENT TEAM Honda 1:29.072 +1.204
16 71 AYUMU SASAKI JAP SIC Racing Team KTM 1:29.096 +1.228
17 12 MARCO BEZZECCHI ITA CIP Mahindra 1:29.244 +1.376
18 58 JUANFRAN GUEVARA ESP RBA Mahindra 1:29.254 +1.386
19 95 JULES DANILO FRA ONGETTA Honda 1:29.338 +1.470
20 40 DARRYN BINDER RSA WORLDWIDE KTM 1:29.442 +1.574
21 48 LORENZO DALLA PORTA ITA ASPAR Mahindra 1:29.514 +1.646
22 52 DANNY KENT ING RED BULL KTM AJO 1:29.608 +1.740
23 7 ADAM NORRODIN MAL SIC Racing Team Honda 1:29.834 +1.966
24 6 MARÍA HERRERA ESP ARGIÑANO & GINÉS KTM 1:30.024 +2.156
25 31 RAÚL FERNÁNDEZ ESP ASPAR Mahindra 1:30.033 +2.165
26 24 TATSUKI SUZUKI JAP SIC58 Honda 1:30.170 +2.302
27 14 TONY ARBOLINO ITA SIC58 Honda 1:30.738 +2.870
28 96 MANUEL PAGLIANI FRA CIP Mahindra 1:30.957 +3.089
29 27 KAITO TOBA JAP TEAM ASIA Honda 1:31.136 +3.268
30 77 TIM GEORGI ING FREUDENBERG KTM 1:31.361 +3.493
31 41 NAKARIN ATIRATPHUVAPAT TAI TEAM ASIA Honda 1:31.361 +3.493
32 4 PATRIK PULKKINEN FIN SAXOPRINT Peugeot 1:31.420 +3.552
             
RECORDE BRAD BINDER RSA RED BULL KTM AJO 1:26.877 152.1 km/h
MELHOR VOLTA DANNY KENT ING KIEFER Honda 1:26.174 153.3 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 16ºC | pista: 15ºC

POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube