Viñales aparece no fim e lidera TL1 da MotoGP em Mugello. Marc Márquez fica em 6º

Maverick Viñales achou boa volta na reta final do primeiro treino da MotoGP em Mugello e saiu na liderança. Fabio Quartararo e Franco Morbidelli surpreenderam no top-3

Após grandes emoções em Barcelona, a MotoGP desembarcou em Mugello e iniciou as atividades com o primeiro treino livre, nesta sexta-feira (31). Em atividade marcada pela preocupação com a chuva, que não apareceu, Maverick Viñales fez 1min46s140 e ficou na liderança.

Fabio Quartararo surpreendeu e colocou a Yamaha na segunda colocação, a 0s188 do líder. Franco Morbidelli também foi bem depois dos últimos resultados ruins e ficou na terceira posição no circuito italiano.

Relacionadas


Pedro Acosta chegou a liderar o treino, mas caiu no fim e ficou apenas em quarto. Líder do campeonato no momento, Jorge Martín foi o quinto mais veloz, seguido por Marc Márquez.

Aleix Espargaró, Álex Rins, Francesco Bagnaia e Álex Márquez fecharam o top-10 do primeiro treino livre em Mugello. De volta ao grid como wild-card, Pol Espargaró colocou sua KTM em 15º.

Maverick Viñales apareceu no fim e liderou a sessão (Foto: Aprilia)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

MotoGP volta a acelerar ainda nesta sexta-feira (31), a partir de 10h (de Brasília), para treino do GP da Itália, em Mugello. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

Confira como foi o TL1 da MotoGP em Mugello:

O céu nublado indicava a ameaça de chuva em Mugello, com temperaturas de 19ºC no ar e 28ºC na pista. A umidade relativa era, no momento do treino, de 62%. Assim que a luz verde pintou, o pelotão começou a sair para as primeiras voltas rápidas.

O início do TL1 na Itália (Vídeo: MotoGP)

Logo no início da sessão, Aleix Espargaró passou reto no fim da reta principal e ficou preso na caixa de brita, mas conseguiu voltar pouco tempo depois e sujou parte da pista.

Após as primeiras tentativas, uma surpresa: Fabio Quartararo fez 1min48s469 e tomou a dianteira, seguido por Jorge Martín e Marc Márquez. O quarto lugar era da outra Yamaha, comandada por Álex Rins.

Marc Márquez reagiu logo depois e fez 1min47s002, assumindo a liderança da sessão, seguido por Marco Bezzecchi e Quartararo. Correndo em casa, Francesco Bagnaia não passou do oitavo lugar.

Os tempos, porém, continuaram baixando rapidamente. Álex Márquez chegou a liderar por alguns segundos, mas logo foi superado por Álex Rins, com 1min46s719. Minutos depois, o espanhol da Yamaha caiu e precisou voltar a pé para a garagem.

Álex Rins perdeu o controle e caiu durante o treino (Vídeo: MotoGP)

Boa parte do pelotão voltou para os boxes após 15 minutos. Marc Márquez seguiu acelerando na pista, fez 1min46s587 e tomou novamente a liderança da atividade. Bagnaia também evoluiu e foi para a terceira colocação.

Pedro Acosta também ficou na pista italiana e fez 1min46s691, tomando o segundo lugar do treino, apenas 0s104 atrás do compatriota Marc.

Na parte final do treino livre, os pilotos voltaram para a pista em busca de mais voltas rápidas. A 16 minutos para o fim, Aleix Espargaró novamente errou no fim da reta e foi para a caixa de brita, mas evitou a queda.

Aleix Espargaró errou duas vezes no fim da reta (Vídeo: MotoGP)

Nos últimos minutos, o sol apareceu entre as nuvens em Mugello. Acosta aproveitou e fez 1min46s459 para assumir a dianteira do treino. Em busca de melhores resultados na temporada, Jack Miller achou apenas o nono melhor tempo, a 0s628 do líder.

Lá na frente, os tempos baixaram. Maverick Viñales achou grande volta e fez 1min46s140 para assumir a dianteira, seguido por um surpreendente Franco Morbidelli. Apagado no treino, Jorge Martín foi para a quarta posição.

A dois minutos para o fim, Acosta perdeu o controle da moto na curva 10, escorregou de frente e foi para o chão. Apesar do susto, levantou-se rapidamente e tentou voltar para a pista.

Ainda houve tempo para Quartararo evoluir. O francês achou ótima volta e saltou para o segundo lugar, ainda 0s188 atrás de Viñales.

No fim, ninguém mais melhorou. Viñales ficou à frente, com Quartararo, Morbidelli, Acosta e Martín atrás. Marc Márquez foi o sexto, com Bagnaia em oitavo.

MotoGP 2024, GP da Itália, Mugello, Treino Livre 1:

1M VIÑALESAprilia1:46.140 
2F QUARTARAROYamaha1:46.328+0.188
3F MORBIDELLIPramac Ducati1:46.428+0.288
4P ACOSTAGasGas Tech31:46.459+0.319
5J MARTÍNPramac Ducati1:46.587+0.447
6M MÁRQUEZGresini Ducati1:46.587+0.447
7A ESPARGARÓAprilia1:46.590+0.450
8A RINSYamaha1:46.719+0.579
9F BAGNAIADucati1:46.790+0.650
10Á MÁRQUEZGresini Ducati1:46.816+0.676
11R FERNÁNDEZTrackhouse Aprilia1:46.911+0.771
12J MILLERKTM1:47.016+0.876
13M BEZZECCHIVR46 Ducati1:47.108+0.968
14B BINDERKTM1:47.116+0.976
15P ESPARGARÓKTM1:47.133+0.993
16F DI GIANNANTONIOVR46 Ducati1:47.197+1.057
17M OLIVEIRATrackhouse Aprilia1:47.291+1.151
18E BASTIANINIDucati1:47.296+1.156
19L MARINIHonda1:47.582+1.442
20A FERNÁNDEZGasGas Tech31:47.586+1.446
21T NAKAGAMILCR Honda1:47.742+1.602
22J MIRHonda1:47.812+1.672
23J ZARCOLCR Honda1:47.904+1.764
24L SAVADORIAprilia1:48.112+1.972
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.