MotoGP

Michelin fala em “preparação ligeiramente diferente” para Assen, mas prevê corrida disputada

Chefe da divisão de esportes a motor em duas rodas da Michelin, Piero Taramasso afirmou que o GP da Holanda exige uma preparação “ligeiramente diferente”. Ainda assim, dirigente apostou em uma corrida disputada e rápida

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
O Mundial de Motovelocidade desembarca neste fim de semana em Assen para a oitava etapa da temporada 2019. E, desta vez, a Michelin precisou de uma preparação “ligeiramente diferente”, ainda que tenha mantido a tradicional alocação de pneus slicks macios, médios e duros.
 
Palco de corridas memoráveis, como a do ano passado, por exemplo, Assen tem um desequilíbrio gritante na distribuição de suas curvas, com seis para a esquerda e 12 para a direita. Pelas características do traçado, a Catedral é muito mais exigente com os pneus traseiros, que neste fim de semana, virão em versão assimétrica. 
Assen recebe o Mundial de Motovelocidade neste fim de semana (Foto: Michelin)
Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?



“Assen é uma pista extremamente técnica e uma para a qual nos preparamos de uma maneira ligeiramente diferente”, disse Piero Taramasso, chefe do programa de esportes a motor em duas rodas da Michelin. “O pneu traseiro faz a maior parte do trabalho por conta das exigências das curvas rápidas e fluidas, então todos os pilotos precisam de uma boa e consistente aderência, já que o que fazem em uma curva pode influenciar o resto da volta”, seguiu.
 
“É também um circuito onde os pilotos gostam de forçar a corrida roda e com a consistência extra e a aderência que os pilotos estão fornecendo neste ano com a tecnologia que introduzimos nos compostos, esperamos poder usar essa dirigibilidade extra para produzir uma corrida disputada e rápida”, apontou. 
 
Neste fim de semana, a previsão do tempo é de sol, com a chance de chuva ficando apenas em 10%. Os pneus de chuva, porém, estarão presentes, com macios e médios separados para a dianteira e extramacios e macios ― o último em versão assimétrica ― preparados para a traseira.
 
“Assen é também uma pista onde o clima pode mudar rapidamente e desempenhar um papel importante, então precisamos estar preparados para isso. Fizemos uma corrida lá no molhado desde que voltamos à MotoGP e os pneus funcionaram realmente bem”, lembrou Taramasso. “Desde então, os compostos melhoraram, então, se for no molhado, esperamos uma corrida igualmente apertada e emocionante, como esperamos no seco”, concluiu.

O GP da Holanda de MotoGP está marcado para o domingo, às 9h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.