Oliveira aponta esforço da Aprilia em fornecer moto do ano e mira “retribuir com resultados”

Miguel Oliveira vai para os testes na Malásia focado em recuperar a velocidade, já que teve um final de 2023 atribulado. O português destacou que terá três dias movimentados em Sepang, já que além de trabalhar em si mesmo, tem novas peças para avaliar

Miguel Oliveira traçou um plano claro para a temporada 2024 da MotoGP: retribuir o esforço da Aprilia com resultados. O titular da Trackhouse reconheceu que a casa de Noale está fazendo um grande esforço para dar a ele a moto do ano.

A equipe norte-americana assumiu o lugar da RNF no grid, já que o time de origem malaio foi barrado pela Dorna, promotora da MotoGP, por não descumprir o acordo de participação. Assim, a estrutura de Justin Marks herdou o contrato com a Aprilia, mas foi além e conseguiu um acordo para dar a Miguel a moto de 2024 desde o início da temporada. Para Raúl Fernández, o plano é entregar as novidades o mais rápido possível.

Relacionadas


Ter nas mãos uma RS-GP 2024, porém, representa também um desafio, já que a moto ainda está em processo de desenvolvimento.

“Vai ser um desafio, pois, no início, vamos encarar desafios com a moto, já que tudo é novo”, disse Oliveira. “Extrair o máximo da moto também não será algo imediato. Mas é bom que, uma vez que tenhamos os dados das três motos, será bom para a direção que vamos tomar no futuro”, seguiu.

Miguel Oliveira agradeceu o esforço da Aprilia em dar a ele uma moto do ano (Foto: Trackhouse)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Do meu lado, esses três dias serão para recuperar velocidade. Faz muito tempo que não toco em uma moto”, assumiu. “Quero recuperar a velocidade, o ritmo e estar pronto física e mentalmente para os desafios que teremos pela frente”, explicou.

O português sublinhou, ainda, que além de pegar a mão da nova moto, o teste em Sepang promete ser agitado também pela responsabilidade de testar novos itens para a Aprilia.

“Teremos algumas coisas para testar, mas, ao mesmo tempo, vou tentar entender a moto e a mim mesmo em relação às áreas em que preciso trabalhar”, falou. “Vamos tentar fazer isso ao mesmo tempo em que testando todas as coisas que preciso testar”, acrescentou.

Por fim, Oliveira agradeceu o empenho da Aprilia de não só produzir mais duas motos completas, mas também o material sobressalente necessário para a temporada.

“Me sinto muito grato pelo esforço que fizeram, especialmente para esta temporada. Depois de tudo que aconteceu em Valência, ter uma direção clara para o futuro, mas produzir duas motos adicionais, além do material”, apontou. “Então chegar aqui com duas motos e as peças adicionais é resultado de um grande esforço da Aprilia. Meu único desejo é retribuir com resultados”, encerrou.

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.