Mir ignora tentativas de rivais e segura Bendsneyder para comandar terceiro treino da Moto3 na Alemanha

Líder da Moto3, Joan Mir dominou o terceiro treino livre em Sachsenring quase que de ponta a ponta neste sábado (1). 0s093 mais lento, Bo Bendsneyder ficou com o segundo posto, à frente de Livio Loi

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Joan Mir abriu o sábado (1) com o pé direito. Líder da Moto3, o espanhol da Kiefer dominou a terceira sessão de treinos livres em Sachsenring quase que de ponta a ponta e fechou a manhã nublada com 0s093 de margem para Bo Bendsneyder, o segundo colocado. Livio Loi completa o top-3.
 
O #36 abriu a sessão desta manhã no topo da filha de tempos, mas viu Nicolò Bulega aparecer no quarto final do treino para ameaçar sua liderança. Sem muita dificuldade, o titular da Kiefer baixou sua marca para 1min27s411 e retomou o comando, com Bendsneyder aparecendo na sequência para arrematar a segunda colocação.
Joan Mir foi o mais rápido no terceiro treino em Sachsenring (Foto: Leopard Racing)
Loi, então, subiu para terceiro, à frente de Bulega e Tatsuki Suzuki. Danny Kent, que substitui o lesionado Niccolò Antonelli, ficou com o sexto posto, seguido por Marcos Ramírez, Andrea Migno, Arón Canet e Juanfran Guevara.
 
Rei das poles em 2017, Jorge Martín está fora da sequência do fim de semana. O espanhol sofreu uma forte queda durante o segundo treino em Sachsenring e foi diagnosticado com uma fratura no tornozelo.
 
Saiba como foi o terceiro treino da Moto3 em Sachsenring:
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Assim como aconteceu na sexta-feira, o dia em Sachsenring amanheceu nublado, mas o exercício pôde ser realizado com pista seca. Quando a pista foi liberada para o terceiro treino do fim de semana, os termômetros marcavam 16,6°C, com o asfalto chegando a 19,6°C.
 
Líder do Mundial, Mir começou a sessão no topo da tabela de tempos, ligeiramente à frente de Bastianini, o segundo colocado. Guevara tinha o terceiro posto, à frente de Bulega, Canet e Migno.
 
Ainda nos primeiros minutos da sessão, Lorenzo Dalla Porta sofreu uma queda sem maiores consequências na curva um de Sachsenring.
 
Mir foi baixando suas marcas para se manter a ponta e sustentou 1min27s987 como melhor registro nos primeiros 20 minutos da sessão, 0s288 à frente de Bulega. Canet tinha a terceira colocação, à frente de Bastianini e Guevara.
 
Restando menos de 15 minutos para o fim da sessão, Bastianini caiu na curva um, mas escapou ileso do incidente.
 
Enquanto isso, Ramírez baixou sua marca e pulou para o segundo posto, apenas 0s010 atrás de Mir, que seguia na liderança. Bulega, Fenati e Canet completavam o top-5.
 
Pouco depois, Bulega cravou 1min27s793 e assumiu a ponta, superando Mir por 0s194. Ramírez, Fenati, Canet, Bastianini, Guevara, Pagliani, Mirgno e Binder formavam o top-10 no momento da última rodada de pit-stops.
 
Mir reagiu rápido, registrou 1min27s540 e retomou a ponta, com Loi se instalando em segundo, 0s167 atrás.
 
Logo depois, Darryn Binder sofreu uma queda, também na curva um, mas assim como os demais, escapou ileso.
 
Mir melhorou mais um pouco na sequência, mas não conseguiu um respiro grande na tabela, já que Bendsneyder avançou para a segunda colocação. 0s093 atrás.
 

#GALERIA(7095)

Moto3, GP da Alemanha, Sachsenring, Terceiro treino livre:

 
1 36 JOAN MIR ESP KIEFER Honda 1:27.411  
2 64 BO BENDSNEYDER HOL RED BULL KTM AJO 1:27.504 +0.093
3 11 LIVIO LOI BEL KIEFER Honda 1:27.707 +0.296
4 8 NICOLÒ BULEGA ITA VR46 KTM 1:27.793 +0.382
5 24 TATSUKI SUZUKI JAP SIC58 Honda 1:27.866 +0.455
6 52 DANNY KENT ING RED BULL KTM AJO 1:27.890 +0.479
7 42 MARCOS RAMÍREZ ESP WORLDWIDE KTM 1:27.997 +0.586
8 16 ANDREA MIGNO ITA VR46 KTM 1:28.032 +0.621
9 44 ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:28.067 +0.656
10 58 JUANFRAN GUEVARA ESP RBA Mahindra 1:28.082 +0.671
11 65 PHILIPP OETTL ALE SCHEDL GP KTM 1:28.144 +0.733
12 12 MARCO BEZZECCHI ITA CIP Mahindra 1:28.154 +0.743
13 5 ROMANO FENATI ITA ONGETTA Honda 1:28.204 +0.793
14 84 JAKUB KORNFEIL TCH SAXOPRINT Peugeot 1:28.257 +0.846
15 95 JULES DANILO FRA ONGETTA Honda 1:28.312 +0.901
16 33 ENEA BASTIANINI ITA ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 1:28.348 +0.937
17 96 MANUEL PAGLIANI FRA CIP Mahindra 1:28.390 +0.979
18 21 FABIO DI GIANNANTONIO ITA GRESINI Honda 1:28.518 +1.107
19 40 DARRYN BINDER RSA WORLDWIDE KTM 1:28.556 +1.145
20 19 GABRIEL RODRIGO ARG RBA Mahindra 1:28.569 +1.158
21 14 TONY ARBOLINO ITA SIC58 Honda 1:28.565 +1.154
22 71 AYUMU SASAKI JAP SIC Racing Team KTM 1:28.665 +1.254
23 27 KAITO TOBA JAP TEAM ASIA Honda 1:28.744 +1.333
24 17 JOHN MCPHEE ING BRITISH TALENT TEAM Honda 1:28.880 +1.469
25 6 MARÍA HERRERA ESP ARGIÑANO & GINÉS KTM 1:28.952 +1.541
26 48 LORENZO DALLA PORTA ITA ASPAR Mahindra 1:28.956 +1.545
27 7 ADAM NORRODIN MAL SIC Racing Team Honda 1:28.970 +1.559
28 31 RAÚL FERNÁNDEZ ESP ASPAR Mahindra 1:28.994 +1.583
29 4 PATRIK PULKKINEN FIN SAXOPRINT Peugeot 1:29.102 +1.691
30 41 NAKARIN ATIRATPHUVAPAT TAI TEAM ASIA Honda 1:29.188 +1.777
31 77 TIM GEORGI ING FREUDENBERG KTM 1:30.343 +2.932
32 88 JORGE MARTÍN ESP GRESINI Honda 1:30.578 +3.167
             
RECORDE BRAD BINDER RSA RED BULL KTM AJO 1:26.877 152.1 km/h
MELHOR VOLTA DANNY KENT ING KIEFER Honda 1:26.174 153.3 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 17ºC | pista: 22ºC

POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube