Morbidelli fratura perna esquerda em acidente em treino de motocross e é baixa na Moto2 por período ainda indeterminado

Franco Morbidelli sofreu um acidente na segunda-feira (18) durante um treino de motocross e fraturou a tíbia e a fíbula da perna esquerda. Tempo de recuperação ainda é incerto

A boa fase de Franco Morbidelli na temporada 2015 da Moto2 sofreu uma interrupção brusca. O piloto italiano sofreu um acidente durante um treino com uma moto de motocross na segunda-feira (18) e fraturou a fíbula e a tíbia da perna esquerda.
 
Por conta da lesão, o piloto da Italtrans passou por uma cirurgia no Hospital de Rimini, realizada pelos médicos Giancarlo Lucidi e Alberto Morigi. Franco passa bem e começa a reabilitação já nesta quinta, mas o período de recuperação ainda é incerto.
Período de recuperação de Franco Morbidelli ainda é incerto (Foto: Italtrans)
Chefe da Italtrans, Luigi Pansera lamentou o momento do acidente de Morbidelli, já que o piloto vinha progredindo bastante nas últimas corridas.
 
 “Nós lamentamos muito”, disse Pansera. “Em especial, o acidente aconteceu em um momento em que Franco estava em sua melhor forma: só faz dez dias que ele esteve no pódio nos Estados Unidos”, lembrou.
 
“Todos nós, mas ele muito mais, estávamos certos de uma importante progressão”, comentou. “Neste momento, o que nos preocupa mais é que ele esteja bem. Vamos estar próximos a ele para ajudarmos da maneira que pudermos e estaremos aqui para enfrentarmos as últimas corridas da temporada juntos”, concluiu.
 
Passadas as 11 primeiras provas do calendário, Franco ocupa o oitavo posto no Mundial de Pilotos, 140 pontos atrás de Johann Zarco, o líder da classificação. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube