MotoGP descarta correr na segunda-feira e põe realização do GP da Grã-Bretanha em xeque

Depois de consultar os times, a MotoGP optou por descartar a possibilidade de transferir a corrida para segunda-feira e decidiu esperar para ver o que acontece com o clima ainda neste domingo

A MotoGP descartou a possibilidade de correr na segunda-feira e decidiu esperar para ver como fica o clima ainda neste domingo (26). A largada está adiada indefinidamente por conta do acúmulo de água na pista.
 
Tentando fugir da chuva, a MotoGP optou por adiantar a programação deste domingo e colocar a classe rainha para abrir a programação em Silverstone. A mudança, porém, não surtiu efeito, já que a chuva começou cedo e o acúmulo de água na pista adiou a largada.
Largada foi adiada em Silverstone (Foto: Reprodução)
A Dorna, então, apresentou às equipes a possibilidade de correr na segunda-feira, mas, depois de ouvir todos os dirigentes, acabou por descartar a opção.
Um dos problemas para a realização da corrida na segunda-feira era a disponibilidade dos trabalhadores temporários. Apesar de ser feriado na Inglaterra, muitos deles não estavam disponíveis para amanhã.
 
Assim, a decisão foi esperar para ver se o clima melhora e as corridas podem ser realizadas ainda neste domingo.
Pelas redes sociais, os responsáveis pelo circuito de Silverstone afirmaram que a realização do GP será definida às 13h (9h de Brasília).
 
Perto das 9h (de Brasília), Silverstone afirmou pelas redes sociais que a ideia é realizar a corrida às 9h30, aproveitando uma janela climática. A pista, no entanto, teria de secar ao menos um pouco, para reduzir os riscos que provocaram o adiamento da largada.
Silverstone recorreu ao uso de máquinas para tentar remover a água da pista (Foto: Reprodução)
A MotoGP anunciou, então, que iria checar a pista às 9h30 (de Brasília). Caso o asfalto tivesse condições, o pit-lane seria aberto às 9h40 para que a corrida fosse iniciada às 10h. A distância da prova seria reduzida para 16 voltas.
 
Pouco depois, porém, a informação era de que a largada tinha sido adiada novamente. Ainda tinha muita água acumulada na pista e a previsão indicava mais chuva depois de uma breve janela ‘seca’. O próprio safety-car teve problemas para se manter na pista.
 
Com tanta espera, até os pilotos começaram a perder a paciência. Falando à emissora britânica BT Sport, Scott Redding pediu uma decisão rápida, até em respeito aos fãs nas arquibancadas.
 
“Se não podemos correr, vamos parar com a espera e deixar as pessoas irem para casa. Está congelando aqui”, disse Scott. “Não dê muita escolha aos pilotos, mandem todos se calarem e vamos!”, completou.
Apesar do apelo do #45, a MotoGP optou por uma nova revisão às 10h.
 
A espera era tamanha que a Dorna decidiu encerrar a transmissão. Uma nova avaliação da situação seria feita após 1h. Se as condições permitirem, a corrida seria, então, iniciada ao meio dia.
 

Enquanto todos esperavam pela nova checagem da condição de pista, voltou a chover forte em Silverstone. A nova avaliação seria feita dali meia hora.

A avaliação feita às 11h, porém, não foi nada animadora. Comissário de Segurança da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), Franco Uncini disse à emissora espanhola que a pista está ainda pior do que antes.
 
“Neste momento, a pista está impossível, pior do que antes”, afirmou Uncini. “Em meia hora, decidiremos se confirmamos ou não para 12h (de Brasília). Antes das 13h, não temos problemas para a corrida”, explicou. 
Pelas redes sociais, a MotoGP deu uma espécie de prazo para o fim da chuva, já que precisa de luz natural para a realização das corridas.
 
“Por conta das condições do traçado, é improvável que seja possível ter uma corrida até que a chuva pare”, anunciou. “Caso a chuva encerre até às 16h (12h de Brasília) do horário local, as três corridas acontecerão, começando com a MotoGP, e com as três provas terminando às 19h30 (15h30)", seguiu. 

"Caso não seja possível começar a corrida às 16h50 locais, a direção de prova vai cancelar as corridas, começando com a Moto3", completou.

 

"Após a inspeção da pista, o pit-lane vai abrir às 16h30 com a corrida da MotoGP começando às 16h50", emendou.

De acordo com os responsáveis por Silverstone, “a chuva deve parar às 15h45 (11h45 de Brasília), com a inspeção de pista sendo feita às 16h (12h). Todas as três corridas vão começar, iniciando pela MotoGP. As corridas serão completadas até as 19h30 (15h)”.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar