Mundial de Motovelocidade tem repetição de vencedores nas duas primeiras etapas pela primeira vez desde 1992

Com os triunfos de Joan Mir, Franco Morbidelli e Maverick Viñales, o Mundial de Motovelocidade viu os vencedores das três classes se repetirem nas duas primeiras provas do ano pela primeira vez desde 1992

 
O Mundial de Motovelocidade viu um fato atípico neste domingo (9). Pela primeira vez desde 1992, as três classes tiveram os mesmos vencedores nas duas primeiras etapas da temporada.
 
Maverick Viñales venceu as duas primeiras provas do ano (Foto: Yamaha)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Na Moto3, aliás, a repetição não foi de vencedor, com John McPhee e Jorge Martón replicando os resultados obtidos em Losail na etapa da Argentina. A última vez que isso tinha acontecido foi em 2013, quando Álex Rins, Viñales e Álex Márquez formaram o top-3 de Aragão e Misano.
 
Há 25 anos, Ralf Waldmann triunfou em Japão e Austrália nas 125cc. Nas 250cc, a vitória nas duas primeiras provas do ano ficou com Luca Cadalora, com Mick Doohan subindo ao topo do pódio nas etapas das 500cc.
 
O campeonato organizado pela Dorna agora tira uma semana de folga e volta à pista entre os dias 21 e 23 de abril para o GP das Américas, em Austin, no Texas.

#GALERIA(6986)
 
PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube