MotoGP

Novato, Mir admite nervosismo com liderança em Assen: “Perdi a concentração”

Joan Mir liderou pela primeira vez uma corrida da MotoGP. Na Holanda, o piloto viu Álex Rins cair quando ponteava o pelotão e assumiu a primeira colocação. Entretanto, novato, reconheceu que ficou bastante nervoso

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Joan Mir mostrou grande desempenho durante o GP da Holanda. Após fazer boa largada, chegou mesmo a liderar após a queda de Álex Rins, e acabou cruzando a linha de chegada na oitava colocação após perder rendimento dos pneus.
 
O titular da Suzuki mostrou ter grande ritmo durante o final de semana em Assen. Indo ao Q2 da classificação, conseguiu o quinto posto do grid de largada. Na corrida, então, já mostrou boa saída para ficar entre as posições da frente.
 
Quando estava em segundo, viu seu companheiro Rins, que liderava a disputa, cair. Com isso, passou a ser o novo primeiro colocado – mas não por muito tempo, pois rapidamente foi superado por Fabio Quartararo.
Joan Mir (Foto: Suzuki)
Ao comentar sobre a breve liderança, o espanhol comentou que primeiro tentou acompanhar o #42, mas então, de repente, era quem puxava o pelotão. “Tentei muito estar lá na frente, acredito que, primeiro de tudo, a escolha do pneu macio traseiro e duro dianteiro foi um pouco mais arriscado, pois não estava claro que conseguiríamos terminar bem a corrida.”
 
“Eu estava lá, fizemos uma boa largada, estava seguindo Álex porque sei que tem muita experiência com essa moto e sabe um pouco como manter os pneus e isso é o que preciso, essa experiência”, seguiu.
 
“Então o vi cair, estava liderando a corrida por algumas curvas, mas estava um pouco nervoso e perdi um pouco a concentração. Mas é normal, como quando é estreante na Moto3 e a primeira vez que lidera uma corrida fica um pouco nervoso”, emendou.
 
“Quando estava atrás do grupo da ponta, dos três caras da ponta. Estava bastante confortável, mas então disse que se mantivesse o ritmo durante toda a corrida os pneus acabariam em duas voltas, então precisei diminuir um pouco. As Ducati me ultrapassaram, e então estava atrás deles poupando o máximo de pneus que conseguira. Porque o vácuo neste traçado te permite poupar um pouco mais”, concluiu.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.