Novatos da MotoGP participam de shakedown que marca volta de Lorenzo à Yamaha

Os estreantes da MotoGP vão poder ir para a pista antes que os mais experientes. Os três novatos de 2020, Álex Márquez, Iker Lecuona e Brad Binder, participam do shakedown antes dos ensaios coletivos ao lado dos pilotos de testes, marcando então o retorno de Jorge Lorenzo à Yamaha

Os competidores da MotoGP já estão se preparando para voltar para a pista em 2020. Mas, primeiro, quem vai acelerar as motos são os pilotos de testes das fábricas e os três novatos da temporada em um shakedown.
 
A primeira bateria de ensaios pré-temporada começam no próximo dia 7 de fevereiro, em Sepang. Antes disso, os estreantes da classe rainha do Mundial, pela primeira vez, vão poder participar do shakedown para se adaptarem com as novas motos.
Jorge Lorenzo volta à Yamaha (Foto: Reprodução)

Na Honda, Álex Márquez vai pilotar nos dias 2 e 3, antes de voar para Jakarta, na Indonésia, para a apresentação da equipe, no dia 4. Além do espanhol, o alemão Stefan Bradl também vai representar as cores da esquadra nipônica.
 

Já a KTM conta com uma dupla totalmente nova, Brad Binder e Iker Lecuona, ambos vindo da Moto2. Os companheiros vão dividir a pista com Dani Pedrosa, que vem em seu segundo ano como piloto de testes da fábrica austríaca.
 
Michele Pirro vem representando a Ducati, enquanto Bradley Smith usa as cores da Aprilia no comando da RS-GP 20 pela primeira vez. A Suzuki apresenta Sylvain Guintoli, mas certamente todas as atenções estarão voltadas para a Yamaha, que vai trazer de volta Jorge Lorenzo.
 

Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar