Novo boletim médico reitera condição estável de De Angelis e reforça necessidade de repouso para recuperação

Alex de Angelis continua internado em Mibu após o acidente sofrido nos treinos para o GP do Japão de MotoGP, e vai precisar de repouso para se recuperar da lesão da coluna e de um hematoma cerebral

Alex de Angelis continua em uma condição estável e sem "mudanças importantes" depois de seis dias do seu acidente na preparação para o GP do Japão de MotoGP.

No mais recente boletim médico, divulgado nesta quinta-feira (15), Michele Zasa, chefe da Clinica Mobile, informou que o piloto está consciente e que vai precisar seguir em repouso durante o processo de recuperação. O italiano está internado no Hospital Universitário de Dokkyo.

Ainda nos primeiros minutos do quarto treino livre, De Angelis sofreu uma queda no trecho entre as curvas 9 e 10 de Motegi, o que resultou na interrupção do treino em bandeira vermelha. Como é padrão no Mundial de Motovelocidade em casos de acidentes mais graves, a queda de Alex não foi exibida na TV.

Alex De Angelis está melhorando, mas estado é crítico em razão das múltiplas fraturas e edema pulmonar (Foto: Facebook)
"O hematoma cerebral que apareceu um dia depois do terrível acidente no TL4 em Motegi, no momento, não preocupa. Exceto por alguma complicação, deve curar sozinho. A situação da coluna espinal também é estável, e, agora, Alex De Angelis não pode fazer nada a não ser descansar", diz a nota divulgada pela equipe Ioda.

Uma vez de alta hospitalar, o piloto precisará usar uma cinta para limitar seus movimentos. De Angelis, no entanto, até já falou em disputar a última etapa da temporada, em Valência.

O ponto mais delicado continua sendo a lesão pulmonar sofrida por De Angelis. Segundo a nota, ele consegue respirar, porém é preciso tomar muito cuidado com o edema pulmonar sofrido. "Os próximos dois ou três dias serão muito importantes para que se verifique a troca de gases, e para avaliar a situação de acordo com as terapias pulmonares que estamos fazendo", completa.

De Angelis está sendo substituído na Ioda pelo australiano Damian Cudlin nos GPs da Austrália e da Malásia.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube