Oito dias após forte acidente em Motegi, De Angelis é liberado pelos médicos para voar de volta a San Marino

Alex De Angelis segue em recuperação após o grave acidente que sofreu durante um treino para o último GP do Japão, em Motegi. O piloto de San Marino foi considerado apto a voar e deixará o país asiático nos próximos dias

Aos poucos Alex De Angelis vai dando sinais de recuperação do grave acidente que sofreu em Motegi, durante os treinos para o GP do Japão. Na madrugada deste sábado (17), durante os treinos da MotoGP em Phillip Island, na Austrália, surgiu a informação que o piloto foi considerado apto a voar, apesar de o quadro ainda ser considerado crítico. Assim, nos próximos dias De Angelis deixará a UTI do Hospital Dokkyo, em Mibu, no país asiático, onde está internado há uma semana, e seguirá em direção à Europa. 

 
De acordo com comunicado da Ioda, time do piloto, no momento a equipe médica está organizando a transferência para um hospital na terra natal do representante da Aprilia para a continuidade do tratamento. Não foi divulgada a data exata da viagem, mas o deslocamento deve ocorrer em até dez dias.
Piloto logo foi atendido pela equipe médica (Foto: Reprodução/Twitter)
Ainda nos primeiros minutos do quarto treino livre, De Angelis sofreu uma queda no trecho entre as curvas 9 e 10 de Motegi, o que resultou na interrupção do treino em bandeira vermelha. Como é padrão no Mundial de Motovelocidade em casos de acidentes mais graves, a queda de Alex não foi exibida na TV.
 
De Angelis está sendo substituído na Ioda pelo australiano Damian Cudlin nos GPs da Austrália e da Malásia.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube