Órgão de direitos do consumidor da Itália pede que FIM suspenda Márquez e Lorenzo por atitude antidesportiva

A Codacons (Coordenação das Associações de Defesa do Meio Ambiente e dos Direitos dos Consumidores) enviou à FIM (Federação Internacional de Motociclismo) um pedido para que Marc Márquez e Jorge Lorenzo sejam punidos por atitude antidesportiva. Órgão acusa os espanhóis de violar o código de conduta do Mundial com um acordo para prejudicar Valentino Rossi

A cobertura completa do GP da Malásia no GRANDE PRÊMIO

 A briga entre Marc Márquez e Valentino Rossi segue atraindo atenção de todas as partes. Depois de manifestações do primeiro-ministro da Espanha, do Comitê Olímpico da Itália, do zagueiro Marco Materazzi e do presidente da Federação Motociclística Italiana, chegou a vez de um órgão de defesa dos consumidores se manifestar.
 
A italiana Codacons (Coordenação das Associações de Defesa do Meio Ambiente e dos Direitos do Consumidor) enviou à FIM (Federação Internacional de Motociclismo) um pedido para que Márquez e Jorge Lorenzo sejam punidos por atitude antidesportiva.
Lorenzo e Rossi contra Márquez (Foto:Yamaha)
De acordo com o órgão, as imagens da corrida na Malásia deixam claro o acordo entre a dupla espanhola para dificultar a vida de Rossi, o que representa uma violação do código de conduta do campeonato.
 
 Rossi e Márquez travaram um duro embate nas voltas iniciais da prova de Sepang, mas o duelo terminou na 7ª volta, quando o espanhol tentou passar o italiano e caiu após um toque. O #46 foi considerado culpado pelo acidente de Márquez e recebeu três pontos de punição por direção irresponsável. Como já tinha um ponto por uma infração anterior, o italiano vai largar em último na Comunidade Valenciana.
 
“A Codacons apresentou uma queixa nos termos dos artigos 3.1 do regulamento da FIM, à organização do campeonato buscando que se imponham sanções contra os pilotos Jorge Lorenzo e Marc Márquez por conduta antidesportista”, disse o órgão em um comunicado. “Como ficou claro na análise das imagens, os dois pilotos colocaram em prática um comportamento antidesportivo para prejudicar um concorrente direto na corrida pelo título mundial”, conquistou.
Lorenzo vai para Valência com sete pontos de atraso para Rossi na classificação (Foto: Yamaha)
“Desde o GP anterior, realizado em terras australianas, ao recente GP da Malásia, Marc Márquez colocou em prática um comportamento destinado a prejudicar Valentino Rossi, com o único objetivo de favorecer Jorge Lorenzo”, defende. “Como todo mundo pôde ver, Márquez não mostrou qualquer resistência à ultrapassagem de Lorenzo, adotando, em seguida, um comportamento provocativo e agressivo contra Rossi, que culminou com uma cabeçada”, afirmou.
 
“O acordo entre os pilotos parece ser claro e isso leva à violação do código de conduta estabelecido no campeonato, o que deve ser punido com a pena máxima prevista, que é a suspensão prevista no artigo 3.2.1, que é equivalente à perda do direito de participar do campeonato ou a remoção definitiva das corridas”, concluiu.
VIU ESSA? O POLÊMICO INCIDENTE ENTRE ROSSI E MÁRQUEZ NA MOTOGP

determinarTipoPlayer(“15655524”, “2”, “0”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube