Pedrosa admite estilo de guiar ‘old school’ e vê desafio com chegada de novatos: “Rossi e eu temos de nos reinventar”

Dani Pedrosa avaliou que tem um estilo de pilotagem ‘old school’ em comparação com boa parte do grid atual da MotoGP. Aos 31 anos, o espanhol afirmou que, assim como Valentino Rossi, tem de reinventar sua maneira de guiar para seguir competindo

 
Dani Pedrosa reconheceu que a chegada de uma nova geração de pilotos à MotoGP forçou mudanças em sua forma de guiar. Aos 31 anos, o #26 classificou seu estilo de pilotagem como ‘old school’.
 
Em entrevista ao site italiano ‘GPOne’, Dani, que é o oitavo piloto com mais largadas na história do Mundial de Motovelocidade — 260, sendo 182 GPs na classe rainha, 32 nas 250cc e 46 nas 125cc —, explicou a razão de pilotos como ele e Valentino Rossi terem de mudar de estilo de pilotagem.
Dani Pedrosa avaliou que precisa se reinventar para seguir correndo com pilotos mais jovens (Foto: Repsol)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Meu estilo de pilotagem é um pouco old school”, disse Pedrosa. “Aos 31 anos, assim como Vale aos 38, nós estamos correndo contra os de 20 anos. Eles estão vindo de motos quatro tempos desde que eram crianças, não das dois tempos como nós. Eles sempre pilotaram motos pesadas com pneus diferentes e eles roçam os cotovelos nas zebras desde as categorias de base”, apontou.
 
“É por isso que nós precisamos nos reinventar”, defendeu. “Nós precisamos abandonar nosso estilo de pilotagem old school e abraçar o novo”, continuou.
 
Além disso, Pedrosa avaliou que a longa experiência dificulta essa mudança, até porque o Mundial também passou por mudanças.
 
“É difícil, porque nós estamos nos GPs há muito tempo e aí, enquanto você está em uma fase de transição, eles mudam os pneus de Bridgestone para Michelin e você tem de reinventar tudo outra vez”, observou.
 
Por fim, Pedrosa também deu seu palpite sobre o segredo de Rossi, que disputa neste fim de semana seu 350º GP no Mundial de Motovelocidade.
 
“A força de Valentino é que… ele é Valentino”, declarou. “É difícil explicar. Ele é forte em combate direto, mas, mais do que qualquer coisa, é a mentalidade dele que é um fator vencedor. Para ele, o terceiro é melhor que o quarto, o segundo é melhor que o terceiro. Ele nunca desiste”, completou.
 
PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube