Pedrosa cita progresso da moto e integração do time, mas acompanha Márquez e fala em “margem de melhora”

Segundo colocado no último dia da primeira bateria de testes da pré-temporada 2015 da MotoGP, Dani Pedrosa se disse feliz com o trabalho feito nesta sexta-feira (6). Espanhol citou progresso da RC213V e interação do time agora chefiado por Ramón Aurín

A cobertura completa da pré-temporada 2015 da MotoGP no GRANDE PRÊMIO

Dani Pedrosa fez uma avaliação positiva do último dia de testes da primeira bateria da pré-temporada 2015 da MotoGP. Nesta sexta-feira (6), o espanhol cravou sua melhor volta em 1min59s006 e ficou com o segundo tempo, 0s139 atrás de Marc Márquez, o líder da sessão. 
 
Vendo evolução na RC213V, Pedrosa seguiu Márquez e avaliou que ainda é possível melhor o protótipo nipônico. Além de elogiar a moto Dani também guardou palavras positivas para seu time que, com a saída de Mike Leitner, passou a ser chefiado por Ramón Aurín.
Dani Pedrosa se mostrou satisfeito com o desempenho da RC213V em Sepang (Foto: Repsol)
“Estou feliz com o trabalho que fizemos hoje, porque progredimos em alguns aspectos com a traseira”, comentou. “Ainda há margem para melhora, mas, no geral, nós demos alguns passos bem positivos no teste e acho que isso é uma coisa muito boa”, avaliou. 
 
 “O time também se integrou bem e nós trabalhamos de forma bem suave juntos, então estou bem feliz com isso”, seguiu. 
 
Ainda, Pedrosa celebrou o desempenho apresentado em uma simulação de corrida realizada na tarde desta sexta.
 
“Nós fizemos uma simulação de corrida na qual testamos a moto pela primeira vez em tal cenário”, contou. “Obviamente, tem algumas coisas para melhorar, mas, considerando que foi a primeira vez, as coisas que encontramos foram bem boas!”, encerrou. 

#GALERIA(5210)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube