Pedrosa prevê fim de semana “emotivo” em Mugello após morte de Hayden: “É duro perder um amigo”

Dani Pedrosa avaliou que a passagem da MotoGP por Mugello será muito emotiva por conta da perda recente de Nicky Hayden. O #26 contou que foi o norte-americano que indicou o médico que lhe operou em 2015, quando ele chegou a colocar a sequência da carreira em risco

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : ‘pt’
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : ‘inread’
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Dani Pedrosa espera um fim de semana emotivo em Mugello. A MotoGP deve render tributos a Nicky Hayden, que morreu no último dia 22 em decorrência das sérias lesões sofridas ao ser atropelado enquanto pedalava perto de Misano.

 
Ex-companheiro de equipe de Hayden, Pedrosa destacou que é duro perder um amigo e lembrou com carinho do #69. O vice-líder da temporada 2017 da MotoGP contou que foi Nicky quem lhe indicou o médico que o operou em 2015, quando um problema de síndrome compartimental chegou a colocar em risco a sequência de sua carreira.
Dani Pedrosa contou suas memórias de Nicky Hayden (Foto: Repsol)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“O fim de semana em Mugello será muito emotivo”, disse Pedrosa. “É duro perder um amigo, especialmente um de quem fiquei muito próximo em três temporadas como companheiro de equipe e nos anos seguintes”, comentou.
 
“Lembro quanto Nicky lutava, quão duro ele tentava, nunca desistindo de conquistar o sonho de ser campeão da MotoGP”, recordou. “Lembro também quando estava sofrendo com arm-pump em 2015 e anunciei que ia parar de correr por um tempo depois do primeiro GP. Ele imediatamente veio me ver para entender o que estava acontecendo e foi ele que, na verdade, recomendou o médico que me operou. Ele era uma pessoa muito boa, e estou muito triste, especialmente pela família dele. Nós todos vamos pensar nele e senti-lo próximo de nossos corações quando formos para a pista em Mugello, assim como fizemos no teste de Montmeló na semana passada”, continuou.
 
Dani não falou sobre a expectativa para o GP da Itália, mas comentou o teste privado realizado em Barcelona, onde os pilotos tiveram a oportunidade de conhecer o novo layout e também rodar com o pneu dianteiro que a Michelin passa a disponibilizar neste fim de semana.
 
“Na Catalunha, nos rodamos no layout revisado e trabalhamos com o pneu dianteiro da Michelin que teremos de usar a partir de agora”, falou. “Nós aprendemos e fizemos alguns ajustes ao setup ao longo do dia de testes e, no fim, conseguimos um feeling melhor. Nós confirmamos que nosso acerto base é bom. Terminamos o teste de um jeito positivo”, concluiu.
TÉO JOSÉ ACERTA PALPITE VENCEDOR DA INDY 500: ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = ‘ca-pub-6830925722933424’;
google_ad_slot = ‘8352893793’;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(‘crt_ftr’).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(‘cto_ifr’);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(‘px’)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write('’);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube