Pedrosa se vê em evolução constante após cirurgia de alto risco no braço: “Tomei a decisão correta”

Dani Pedrosa passou por uma cirurgia bastante delicada no braço no meio da temporada 2015 da MotoGP. Ao conquistar seu primeiro pódio após seu retorno, o espanhol falou que tomou a decisão correta e que pensou o tempo todo em seu presente e futuro como piloto

A cirurgia de alto risco pela qual se submeteu Dani Pedrosa está começando a mostrar ter sido o caminho correto. Nesta segunda-feira (22), o espanhol comentou que a cada prova se sente melhor fisicamente e que o pódio no GP da Catalunha provou que a operação foi uma escolha acertada, já que teve um rendimento em alto nível e não sofreu qualquer incômodo na área da cirurgia.
 
Pedrosa explicou que a opção por fazer a cirurgia não foi nada fácil pelos riscos que lá estavam implicados. Mas que, após pouco tempo, ela já vem se mostrando correta. 
 
“Eu tive de tomar uma decisão bastante delicada. Tudo parecia estar contra mim, mas eu segui meu coração e, na verdade, a escolha que fiz era realmente a melhor a ser feita”, disse.
 
O espanhol garante que está recuperando a sua melhor forma física corrida após corrida.
 
“Desde que eu voltei, me sinto melhor a cada corrida. Está bem claro para mim que estou progredindo e recuperando minha melhor forma física”, falou.
 
Para o piloto de 29 anos, a boa recuperação é excelente pela parte física, mas também pelo lado mental.
 
“Mentalmente isso é ótimo. Saber que estou me recuperando me dá mais confiança e eu posso começar a esquecer a cirurgia e pensar apenas em disputar as posições”, declarou.
Dani Pedrosa garantiu que a cirurgia de risco em seu braço salvou a sua carreira (Foto: Honda)
Pedrosa comentou que sabia que não poderia continuar guiando com o braço do jeito que estava e que a cirurgia foi feita pensando, também, em seu futuro na categoria e até como piloto.
 
“Eu sabia que do jeito que estava, não poderia continuar. E ia se tornando pior, a dor aumentava. Fiz a cirurgia pensando no meu presente, mas também no que vem pela frente e ela me ajudou muito”, explicou Pedrosa.
 
O espanhol também falou do desempenho da Honda, admitiu que a Yamaha segue na frente, mas mostrou-se confiante em reduzir a distância para a rival.
 
“É óbvio que ainda estamos longe deles em ritmo de corrida, mas não dá para tirar a diferença toda em um dia. Sei que temos problemas, mas de pouquinho em pouquinho estamos encostando. Tomara que a gente alcance eles nas próximas provas”, avaliou.
O chamado ‘arm pump’, do qual sofria Pedrosa, é bastante comum em pilotos de moto e é caracterizado pelo aumento da pressão no interior de músculos, nervos e vasos sanguíneos. Assim, o fluxo sanguíneo é interrompido, o que pode resultar até mesmo em invalidez permanente do local afetado.
 
O procedimento foi feito pelo cirurgião ortopédico Ángel Villamor, diretor-médico da iQtra Medicina Avanzada. Durante a cirurgia, Villamor removeu completamente a fáscia, um tecido conjuntivo que envolve músculos, grupos musculares, vasos sanguíneos e nervos, do antebraço direito de Dani. 
 
A fáscia tem a função principal de reduzir a fricção permitindo que os músculos deslizem uns sobre os outros. Qualquer alteração nesse tecido pode resultar em sintomas como fibromialgia, dores e dores crônicas, além de problemas de circulação, drenagem e sensibilidade.
 
Pedrosa é o décimo colocado na classificação geral do campeonato. O espanhol tem 39 pontos marcados.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube