Perto do título europeu, Granado garante retorno ao Mundial de Moto2 em 2018 para formar dupla com Manzi na Forward

A suíça Forward anunciou na madrugada desta quinta-feira (12) a contratação de Eric Granado para a temporada 2018 da Moto2. O brasileiro de 21 anos vai formar dupla com o italiano Stefano Manzi

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Líder do Campeonato Europeu de Moto2, Eric Granado conquistou seu retorno ao Mundial de Motovelocidade. Cinco anos após estrear na Moto2, o brasileiro de 21 anos ganhou uma nova chance na classe intermediária, agora pelas mãos da suíça Forward.
 
Natural de São Paulo, Eric estreou no Mundial de Moto2 em 2012, mas apenas em meados da temporada, na etapa de Silverstone, já que teve de esperar completar os 16 anos exigidos pelo regulamento. A temporada com a JiR acabou não saindo como o planejado e Granado passou para a Moto3, onde defendeu Aspar e LaGlisse, respectivamente, em 2013 e 2014.
Eric Granado vai voltar ao Mundial de Moto2 com a equipe de Giovani Cuzari (Foto: Forward)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Na sequência, Granado voltou para a estrutura do CEV, onde faz em 2017 sua melhor temporada. Até aqui, o #51 soma cinco vitórias e outros três pódios, e vai para a prova final, em Valência, com 16 pontos de vantagem para Ricky Cardús na liderança da Moto2.
 
“Estou muito feliz e muito grato à Forward Racing Team e, especialmente, a Giovanni [Cuzari] por me dar esta oportunidade”, disse Granado. “Na minha opinião, a Forward Racing é uma equipe muito profissional com uma equipe experiente. Isso é muito importante para mim, vindo do melhor ano da minha carreira, que tive neste ano no Campeonato Europeu”, seguiu.
 
“Acho que meu nível é bem decente e estou pronto para subir para o Mundial de Moto2 outra vez. Fazer isso com a Forward Racing é uma chance fantástica para mim”, comemorou. “Vou dar meu melhor desde o início para tentar estar o mais perto possível da frente muito em breve. Mal posso esperar para começar e estou incrivelmente empolgado para a próxima temporada, mas, primeiro, tenho de me concentrar na última etapa do Campeonato Europeu e, claro, dizer um enorme obrigado a todo mundo que ajudou a tornar isso possível”, completou.
 
Na atual temporada, a Forward conta com Lorenzo Baldassarri e Luca Marini e tem como melhor resultados quartos lugares de Argentina e República Tcheca do #7 e #10, respectivamente. O irmão de Valentino Rossi vai defender a VR46 em 2018, enquanto o outro integrante da Academia de Pilotos do multicampeão da Yamaha vai para a Pons formar dupla com Héctor Barberá.
 
“Com Eric, completamos a dupla que colocaremos no grid de largada da próxima temporada e estamos orgulhosos de ter duas jovens promessas defendendo as cores da Forward Racing Team. Tenho certeza de que fizemos uma grande escolha”, disse Cuzari, o dono do time. “Eric já demonstrou do que é feito e quão profunda é sua determinação, especialmente durante as corridas da atual temporada do Campeonato Europeu. Estamos francamente impressionados com a performance dele e é um prazer oferecer a ele esta oportunidade”, seguiu.
 
“Ao mesmo tempo, vai ser desafiador para ele depois de encarar o CEV, uma categoria altamente competitiva e essencial para formar jovens talentos. Eric demonstrou isso exatamente ao conquistar cinco vitórias e oito pódios em 2017 até aqui. Por isso e muitas outras razões, decidimos competir em nível Mundial na próxima temporada”, justificou. “Mal podemos esperar para começar essa nova aposta”, concluiu Cuzari.
Além do Europeu de Moto2, Granado se dividiu entre Europa e Brasil em 2017, onde disputa a SuperBike Series. Eric lidera a disputa na categoria principal à frente de Alex Barros, que suspendeu a aposentadoria e voltou às pistas neste ano.
 
’EXTRAORDINÁRIO’

DI GRASSI VÊ HAMILTON COMO UM DOS TRÊS MAIORES DA HISTÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube