Quartararo destrói marca de Viñales e manda no TL2 no Japão. Márquez é 3º

Com 1min44s764, Fabio Quartararo assegurou a liderança da segunda sessão de treinos livres para o GP do Japão. 0s321 mais lento, Maverick Viñales ficou com o segundo tempo, com Marc Márquez aparecendo em terceiro

A Yamaha manteve a ponta na segunda sessão de treinos livres para o GP do Japão. Depois de comandar a atividade matinal com Maverick Viñales, a casa de Iwata viu Fabio Quartararo mandar na sessão vespertina desta sexta-feira (18).
 
Assim como aconteceu mais cedo, foram muitos os pilotos que passaram pela ponta da tabela, mas a preocupação com a previsão de chuva para sábado fez os pilotos buscarem tempo nos minutos finais.
Fabio Quartararo (Foto: SIC)
Pouco antes de o cronômetro travar, Viñales lançou mão de uma bela volta, mas acabou superado por Quartararo quase que imediatamente, com o titular da SIC passando 0s321.
 
Campeão antecipado, Marc Márquez foi 0s015 mais lento e ficou com o quarto posto, à frente de Andrea Dovizioso, que também flertou com a liderança. Valentino Rossi usou sua derradeira volta para anotar 1min45s466 e ficar com o quinto posto, 0s096 melhor que Franco Morbidelli, o sexto.
 
Jack Miller sofreu uma queda no finzinho da sessão, mas ficou com o sétimo tempo, à frente de Danilo Petrucci, que passou alguns minutos no topo do ranking de tempos. Joan Mir e Aleix Espargaró completam um top-10 coberto por 0s957.
 

O GP do Japão de MotoGP está marcado para o domingo, às 4h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Paddockast #37
GRANDES RIVALIDADES INTERNAS

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Saiba como foi o treino livre 2 da MotoGP no Japão: 
 
Com o céu bastante nublado na prefeitura de Tochigi, a MotoGP não teve temperaturas muito aumentadas nesta sexta-feira. Quando a classe rainha voltou para a pista nesta tarde, os termômetros mediam 18°C, com o asfalto chegando a 22°C. A velocidade do vento era de 2 km/h.
 
Com 1min46s981, Valentino Rossi abriu a sessão no topo da folha de tempos, 0s159 melhor que Jack Miller, o segundo colocado. Franco Morbidelli, Maverick Viñales e Fabio Quartararo vinham na sequência.
 
Logo depois, Miller, com um par de macios tomou a ponta, com 0s097 de margem para Viñales. Aleix Espargaró, então, saltou para o segundo posto, 0s044 mais lento que o titular da Pramac. Maverick caiu para terceiro, escoltado por Petrucci, Rossi, Quartararo e Bagnaia.
 
Ainda com Miller no topo, Márquez, que tinha um pneu médio na frente e um macio atrás, foi a 1min46s446 e assumiu o segundo posto, só 0s015 mais lento que o ponteiro.
 
O campeão antecipado foi ainda melhor no giro seguinte e assumiu o comando da atividade ao cravar 1min45s780, 0s651 melhor que Miller. Aleix seguia em terceiro, seguido por Viñales, Petrucci e Rossi.
 
Morbidelli, então, apertou o passo e avançou para o segundo posto, 0s640 mais lento que Márquez. Miller caiu para terceiro, com Rins aparecendo para ocupar a quarta colocação.
Instantes depois, foi Maverick quem escalou. O #12 cravou 1min46s352 e assumiu o segundo posto, baixando a vantagem de Márquez para 0s572.
 
Com cerca de 26 minutos para o fim da atividade, Miguel Oliveira escorregou na curva 12 e executou uma série de piruetas ao chegar na brita. O português precisou de alguns instantes para se recompor, mas deixou a pista caminhando.
 
Com um par de macios, Petrucci apareceu com uma volta de 1min45s686 e assumiu a ponta, 0s094 melhor que Márquez. Morbidelli seguiu o mesmo caminho e subiu para o terceiro posto, ainda 0s5 atrás de Márquez.
 
Em sua 14ª volta nesta tarde, Quartararo avançou para a terceira colocação, 0s532 mais lento que Petrucci. Morbidelli caiu para quarto, à frente de Viñales.
 
Já no terço final da sessão, Dovizioso foi a 1min45s941 e pulou para terceiro, 0s255 atrás do companheiro de Ducati. Mir também melhorou e agora vinha na quarta colocação. Mais atrás, Jorge Lorenzo se colocou em 11º.
 
Na sequência, Rossi, com um par de macios, foi a 1min46s238 e saltou para a sexta colocação, mas ainda sem tempo para avançar direto para o Q2.
 
Logo depois, Morbidelli saltou para a segunda colocação, 0s091 mais lento que Petrucci. Pouco depois, porém, Dovizioso foi a 1min45s618 e assumiu a liderança.
 
O #4, porém, reinou apenas brevemente, já que Viñales tomou a ponta com 1min45s085, com Márquez e Morbidelli se colocando na sequência.
 
Com 1min44s764, Quartararo assumiu o comando, 0s321 melhor que Viñales, que tinha acabado de fazer uma bela volta com seu par de pneus macios. Dovizioso vinha em terceiro, mas logo foi superado por um Márquez 0s314 melhor.
 
Já com o cronômetro zerado, Rossi, que fez uma última parada nos boxes, voltou para a pista com tudo para buscar tempo. O #46 cravou 1min45s466 e saltou para o quinto posto, garantindo uma vaga na fase final da classificação.
 

Previsão do tempo para Motegi
GP do Japão Motegi

!function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(!d.getElementById(id)){js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=’https://weatherwidget.io/js/widget.min.js’;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}}(document,’script’,’weatherwidget-io-js’);

MotoGP 2019, GP do Japão, Motegi, treino livre 2:
1 F QUARTARARO SIC Yamaha 1:44.764  
2 M VIÑALES Yamaha 1:45.085 +0.321
3 M MÁRQUEZ Honda 1:45.100 +0.336
4 A DOVIZIOSO Ducati 1:45.414 +0.650
5 V ROSSI Yamaha 1:45.466 +0.702
6 F MORBIDELLI SIC Yamaha 1:45.562 +0.798
7 J MILLER Pramac Ducati 1:45.577 +0.813
8 D PETRUCCI Ducati 1:45.619 +0.855
9 J MIR Suzuki 1:45.641 +0.877
10 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:45.721 +0.957
11 A RINS Suzuki 1:45.730 +0.966
12 C CRUTCHLOW LCR Honda 1:45.804 +1.040
13 P ESPARGARÓ KTM 1:46.020 +1.256
14 F BAGNAIA Pramac Ducati 1:46.330 +1.566
15 T NAKAGAMI LCR Honda 1:46.557 +1.793
16 K ABRAHAM Avintia Ducati 1:46.576 +1.812
17 J LORENZO Honda 1:46.661 +1.897
18 M OLIVEIRA Tech3 KTM 1:46.800 +2.036
19 S GUINTOLI Suzuki 1:46.803 +2.039
20 A IANNONE Aprilia Gresini 1:46.969 +2.205
21 T RABAT Avintia Ducati 1:47.158 +2.394
22 M KALLIO KTM 1:47.312 +2.548
23 H SYAHRIN Tech3 KTM 1:47.974 +2.889
         
REC J LORENZO Yamaha 1:43.790 166.5  km/h
MV F QUARTARARO SIC Yamaha 1:44.764 164.9 km/h
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube