Quartararo diz que teve “muita dificuldade” na Malásia: “1ª volta foi um desastre”

Fabio Quartararo classificou sua primeira volta no GP da Malásia como “um desastre total”. O piloto da SIC explicou que teve muita dificuldade na prova em Sepang

A SIC viveu dias gloriosos na Malásia, mas viu o sonho da vitória em casa cair por terra ainda na largada. Depois de conquistar a pole-position, Fabio Quartararo despencou para oitavo ainda nos primeiros metros e recuperou apenas para receber a bandeirada em sétimo.
 
Falando à imprensa após a prova, Quartararo contou que teve dificuldades para parar a moto, algo que não tinha acontecido nos dois dias anteriores.
Fabio Quartararo (Foto: SIC)
Paddockast #40
QUEM VOCÊ ENTREVISTARIA NO GP DO BRASIL DE F1?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Foi uma corrida realmente dura, tive muita dificuldade”, disse Quartararo. “Minha primeira volta foi um desastre total e eu tive muita dificuldade para parar a moto, o que é algo que não me incomodou durante todo o fim de semana até a corrida. Infelizmente, tivemos muitos problemas”, seguiu.
 
“Foi por isso que não conseguimos o resultado que queríamos, nós tínhamos o ritmo para lutar por algo muito melhor, então precisamos voltar e checar exatamente o que aconteceu”, ressaltou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube