Quartararo volta a destruir recorde de Jerez e lidera dia final de testes da Moto3 com 0s013 de vantagem para Martín

Aproveitando a temperatura mais alta em Jerez de la Frontera, Fabio Quartararo voltou a mostrar um belo ritmo e, mais uma vez, destruiu o recorde da pista andaluz. Também debutante no Mundial de Moto3, Jorge Martín foi 0s013 mais lento e ficou em segundo, com Danny Kent fechando o top-3

A cobertura completa da pré-temporada 2015 da MotoGP no GRANDE PRÊMIO

Fabio Quartararo voltou a mostrar que não ganhou sua vaga no Mundial de Moto3 à toa. Nesta quinta-feira (19), o jovem francês deu mais uma mostra de seu talento e ditou o ritmo no último dia da segunda bateria de testes da pré-temporada 2015.
 
A bordo da Honda NSF250RW da Estrella Galicia 0,0, o piloto de 15 anos voltou a rodar abaixo do recorde de Jerez e foi o mais rápido do dia ao cravar sua melhor volta em 1min45s580. O recorde da pista foi registrado por Luis Salom em 2013 em 1min47s033.
Fabio Quartararo foi o mais rápido nos testes da Moto3 em Jerez (Foto: Repsol)
Mostrando que a Mahindra entrou de vez na briga pelo olimpo da Moto3, o também debutante Jorge Martín anotou 1min45s593 e colocou a Aspar no segundo posto da tabela, apenas 0s013 atrás de Quartararo. 
 
Também equipado com uma moto da asa dourada, Danny Kent foi mais um a rodar na marca de 1min45s e ficou com o terceiro melhor tempo, 0s384 atrás do campeão de 2014 do CEV (Campeonato Espanhol de Velocidade) na Moto3.
 
Com 1min46s043, Niccolò Antonelli fechou a quinta-feira com o quarto melhor tempo, à frente de John McPhee, que foi 0s726 mais lento que Quartararo.
 
Outro estreante no Mundial de 2015, Jorge Navarro fez seu melhor giro em 1min46s338 e ficou com o sexto tempo, 0s758 atrás do companheiro de Estrella Galicia 0,0.
 
Enquanto a Honda domina as primeiras posições da tabela, a KTM dá sinais de que vai precisar trabalhar mais um pouquinho para manter seu reinado. Nesta quinta, Karel Hanika foi o melhor representante da marca austríaca e ficou com o sétimo posto, 0s847 atrás do líder.
 
Hiroki Ono anotou 1min46s464 em sua volta mais rápida e ficou com o oitavo posto, seguido por Francesco Bagnaia. Juanfran Guevara aparece 1s012 atrás do líder para completar a lista dos dez melhores.
 
Com 1min47s292, a espanhola Ana Carrasco aparece no 24º posto, com María Herrera fechando a lista dos 31 pilotos que participaram da sessão. 
 
Postulante ao título no ano passado, Éfren Vázquez não rodou em Jerez nesta quinta. Por conta de uma fratura no pé sofrida na bateria de testes anterior, o espanhol ainda se locomove com o auxílio de muletas.
 
Os pilotos da Moto3 agora se reencontram no dia 17 de março para mais três dias de testes coletivos em Jerez de la Frontera.
 
Moto3, Teste coletivo, Jerez de la Frontera, Dia 3:
 
1
20
FABIO QUARTARARO
FRA
ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda
1:45.580
 
2
88
JORGE MARTÍN
ESP
ASPAR Mahindra
1:45.593
+0.013
3
52
DANNY KENT
ING
LEOPARD Honda
1:45.964
+0.384
4
23
NICCOLÒ ANTONELLI
ITA
ONGETTA Honda
1:46.043
+0.463
5
17
JOHN McPHEE
ING
RTG Honda
1:46.306
+0.726
6
9
JORGE NAVARRO
ESP
ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda
1:46.338
+0.758
7
98
KAREL HANIKA
TCH
RED BULL KTM AJO
1:46.427
+0.847
8
76
HIROKI ONO
JAP
LEOPARD Honda
1:46.464
+0.884
9
21
FRANCESCO BAGNAIA
ITA
ASPAR Mahindra
1:46.541
+0.961
10
58
JUANFRAN GUEVARA
ESP
ASPAR Mahindra
1:46.592
+1.012
11
41
BRAD BINDER
SAF
RED BULL KTM AJO
1:46.607
+1.027
12
33
ENEA BASTIANINI
ITA
GRESINI Honda
1:46.700
+1.120
13
11
LIVIO LOI
BEL
RW Kalex KTM
1:46.737
+1.157
14
5
ROMANO FENATI
ITA
VR46 KTM
1:46.742
+1.162
15
44
MIGUEL OLIVEIRA
POR
RED BULL KTM AJO
1:46.774
+1.194
16
95
JULES DANILO
FRA
ONGETTA Honda
1:46.836
+1.256
17
10
ALEXIS MASBOU
FRA
RTG Honda
1:47.072
+1.492
18
19
ALESSANDRO TONUCCI
ITA
AMBROGIO  Mahindra
1:47.091
+1.511
19
65
PHILIPP OETTL
ALE
SCHEDL GP KTM
1:47.142
+1.562
20
32
ISAAC VIÑALES
ESP
HUSQVARNA LAGLISSE
1:47.168
+1.588
21
55
ANDREA LOCATELLI
ITA
GRESINI Honda
1:47.171
+1.591
22
40
DARYN BINDER
RSA
AMBROGIO Mahindra
1:47.217
+1.637
23
31
NIKLAS AJO
FIN
RBA KTM
1:47.263
+1.683
24
22
ANA CARRASCO
ESP
RBA KTM
1:47.292
+1.712
25
29
STEFANO MANZI
ITA
TEAM ITALIA Mahindra
1:47.329
+1.749
26
16
ANDREA MIGNO
ITA
VR46 KTM
1:47.430
+1.850
27
91
GABRIEL RODRIGO
ARG
RBA KTM
1:47.683
+2.103
28
2
REMY GARDNER
AUS
CIP Mahindra
1:47.705
+2.125
29
24
TATSUKI SUZUKI
JAP
CIP Mahindra
1:47.722
+2.142
30
12
MATTEO FERRARI
ITA
TEAM ITALIA Mahindra
1:47.768
+2.188
31
6
MARÍA HERRERA
ESP
HUSQVARNA LAGLISSE
1:47.920
+2.340

#GALERIA(5219)

O ÚLTIMO RESPIRO

A derrota para Lewis Hamilton no campeonato de 2014 fez Nico Rosberg se mexer para encontrar formas de voltar mais forte em 2015 para conquistar o tão sonhado título da F1. E a preparação vai além de aspectos técnicos da pilotagem e dos carros: até a respiração foi alvo de treinamento por parte do alemão durante o inverno europeu. “Eu tentei melhorar já ao final do GP de Abu Dhabi, que foi porque eu realmente quis participar dos testes depois daquela corrida”, diz Nico ao ser perguntado pelo GRANDE PRÊMIO.

SÓ FALTA ANDAR

Com a nova filosofia do carro de F1 ‘size-zero’ e procurando uma forma de alcançar a Mercedes em busca de vitórias, a McLaren optou por arriscar no projeto do MP4-30. Até aqui, vem garantindo que está tudo bem. Mas falta andar pra valer, e é preciso mostrar evolução nos testes em Barcelona.

Leia a análise completa no GRANDE PRÊMIO.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube