Rainey admite que “esperava um pouco mais de Viñales” e diz: “Tem que começar a superar Rossi”

Wayne Rainey deu sua opinião sobre Maverick Viñales. O tricampeão das 500 cc admitiu que o espanhol não atendeu suas expectativas, apesar do talento, e que agora precisa tentar superar constantemente Valentino Rossi

Maverick Viñales deve focar em uma coisa em 2019, que é superar constantemente Valentino Rossi. Ao menos é o que acredita Wayne Rainey, que ainda ressaltou que esperava mais do piloto, apesar de reconhecer seu talento.
 
Em seus dois anos defendendo as cores da Yamaha, o espanhol subiu seis vezes no pódio, conquistando quatro vitórias – inclusive, foi o responsável por encerrar a maior seca de triunfos da equipe japonesa, que durou mais de um ano.
 
O tricampeão das 500 cc, então, afirmou que o #12 não atingiu suas expectativas, mas disse acreditar que caso a esquadra de Iwata traga uma moto competitiva para 2019, é capaz de ser competitivo. “Para ser sincero, esperava um pouco mais de Maverick”, falou ao ‘Motorsport’.
Maverick Viñales (Foto: Yamaha)

“Pensei que ele seria um pouco mais consistente. Mas isso mostra que ele ainda é novo, ainda está aprendendo. Todos esses anos difíceis que ele tem tido te faz muito forte, quando você finalmente está pronto. Se a Yamaha fizer uma boa moto para 2019, acredito que Maverick vai estar pronto”, continuou.
 

“Ele tem muita velocidade natural, tem bastante confiança nele mesmo quando as coisas vão bem. Quando sofre é quando o ajuste da moto não está certo e ele tem que forçar a moto para fazer algo que ele não está tão confortável fazendo”, sublinhou.
 
“É aí que Rossi é bom. Caso a moto não esteja tão boa, ele ainda consegue fazer a diferença. Esse tem sido um dos pontos fracos de Maverick, mas o que acho agora é que ele tem que ir bem. Tem que começar a superar Rossi basicamente em todas as corridas”, apontou.
 
Viñales enfrentou problemas com suas largadas em 2018, chegando a perder posições na parte inicial da corrida e sofrendo para ganhar terreno mais para o final. Para terminar, o norte-americano ressaltou que caso o piloto consiga reverter essa situação, vem forte pelo título.
 
“Maverick é fraco na primeira parte da corrida, e essa pode ser a parte mais importante da corrida, as primeiras cinco voltas. Então precisa melhorar esse momento do evento, e isso acontece com experiência. Vamos ver se ele melhora nessa área e se isso acontecer, vai ser uma ameaça muito mais para o campeonato”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube