Rossi defende Buffon e dispara contra detratores por longevidade no esporte: “É fácil dizer que alguém está acabado”

Valentino Rossi saiu em defesa de Gianluigi Buffon e aconselhou o goleiro italiano a continuar jogando enquanto acreditar que pode estar no topo. O arqueiro chegou a anunciar sua aposentadoria da seleção nacional após as Eliminatórias da Copa do Mundo, mas voltou a atrás e foi até mesmo convocado para as partidas amistosas disputadas recentemente pela Azzurra

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Valentino Rossi saiu em defesa de Gianluigi Buffon e aconselhou o goleiro a ignorar os críticos e seguir jogando “se quiser”. O arqueiro de 40 anos foi convocado recentemente para os jogos amistosos da Itália contra as seleções de Argentina e Inglaterra.
 
Rossi, que assegurou sua permanência na MotoGP até os 41, também foi questionado por sua longevidade no esporte, mas descartou encerrar a carreira enquanto se sentir competitivo.
Valentino Rossi saiu em defesa de Buffon e disparou contra criticos (Foto: Michelin)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Após o vexame da Itália nas Eliminatórias da Copa do Mundo, o goleiro da Juventus chegou a anunciar a aposentadoria da seleção, mas voltou atrás no início deste ano e acabou convocado pelo técnico interino Luigi Di Biagio.
 
“Buffon, absolutamente, deve continuar se quiser”, disse Rossi ao jornal italiano ‘La Gazzetta dello Sport’. “Acho que ele sabe se ainda pode estar no topo”, ponderou.
 
Além de defender Buffon, Rossi aproveitou para alfinetar os críticos e avaliou que existe uma “moda” na Itália de “esfregar sua inferioridade nos outros”.
 
“As pessoas estão com inveja de nós? Sim. Na minha opinião, isso torna as coisas mais doces para nós”, avaliou. “É fácil dizer que alguém está acabado ao invés de reconhecer os colhões deles e se eles ainda os têm”, disparou.
 
“Têm dois tipos de pessoas: aquelas que apreciam e curtem a grandeza de alguém e aquelas que têm inveja e esfregam sua inferioridade nos outros”, afirmou. “Essa é a moda na Itália”, concluiu.
"RIDÍCULO E LEVIANO"

AJUDA DELIBERADA DA HAAS À FERRARI? NÃO FAZ SENTIDO ALGUM

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube