Rossi diz que pode nem correr em Valência como forma de protesto e critica postura de Márquez: “É um mau perdedor”

Valentino Rossi disse não ter certeza se vai correr ou não em Valência. O italiano afirmou que pode boicotar a prova decisiva como forma de protesto pela punição que tomou pelo incidente com Marc Márquez em Sepang. Rossi lidera o Mundial com sete pontos de vantagem para Jorge Lorenzo, restando apenas a etapa na Espanha para o fim do campeonato

Logo depois de ser punido pelo incidente com Marc Márquez durante o GP da Malásia, disputado no último domingo (25), Valentino Rossi admitiu não ter certeza se vai realmente alinhar no grid do GP de Valência, a última e decisiva etapa do Mundial de Motovelocidade, que acontece daqui a duas semanas. O italiano vem em uma briga acirrada pelo título com seu companheiro de Yamaha, Jorge Lorenzo, mas acabou por se envolver em um acidente polêmico com o espanhol da Honda em uma briga pela terceira posição.
 
Na sétima volta da corrida de Sepang, Rossi e Márquez tiveram um toque na curva 14 que terminou com um tombo do bicampeão. Ao fim das 20 voltas da disputa, a dupla foi ouvida pela direção de prova, que decidiu punir o #46 com três pontos por julgá-lo culpado por direção irresponsável. Como o piloto da Yamaha já tinha um ponto, acabou tendo a punição agravada e terá de largar na última colocação do grid no Ricardo Tormo.
Lorenzo e Rossi contra Márquez (Foto:Yamaha)
Apesar do imbróglio, Rossi manteve o pódio do terceiro lugar e agora soma sete pontos a mais que Lorenzo na liderança da MotoGP, o que lhe dá vantagem na decisão pela taça, que pode se tornar a décima de sua carreira. Ainda assim, Valentino disse que pode boicotar a corrida como forma de protesto.
 
"Talvez eu nem largue em Valência, eu preciso decidir ainda", disse o italiano aos jornalistas após a prova malaia. "Foi uma punição injusta porque não queria que Marc caísse", completou. 
 
"Eu vou falar de novo o que já disse: eu sinto muito que ele tenha caído, mas eu só queria irritá-lo. Eu sempre fui um piloto justo, o primeiro ponto na minha carteira veio com um pequeno erro na classificação em Misano, mesmo que isso não tenha interferido nada na posição de Lorenzo", acrescentou o multicampeão.
VIU ESSA? O POLÊMICO INCIDENTE ENTRE ROSSI E MÁRQUEZ NA MOTOGP

determinarTipoPlayer(“15655524”, “2”, “0”);
Rossi ainda foi mais longe na avaliação do episódio em Sepang. E disse que Márquez está interferindo na disputa do campeonato em favor de Lorenzo porque o culpa pelo acidente na Argentina e pelo incidente em Assen. De acordo com Valentino, a informação veio do próprio empresário do piloto espanhol, Emilio Alzamora.
 
"Como eu disse na quinta-feira, o que está acontecendo é por causa do que houve entre nós na Argentina e em Assen. Eu tive a confirmação disso do próprio Alzamora. Ele me contou que Marc acha que eu o fiz perder o campeonato. Então, com certeza, ele é um mau perdedor", encerrou.
 
Apesar da ameaça em não correr, a direção da Yamaha garantiu que Rossi vai estar no grid na Espanha.
 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Restou a Rosberg esquecer a amargura no karaokê. E mandou ver em 'Livin' On A Prayer', de Bon JoviTalvez assim o…

Posted by Grande Prêmio on Segunda, 26 de outubro de 2015

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube