Rossi espera Yamaha mais rápida em Mugello, mas admite que longa reta vai ser “nosso ponto fraco”

Valentino Rossi avaliou que a natureza de Mugello deve permitir que a Yamaha seja mais rápida do que foi em Le Mans. Ainda assim, o #46 reconheceu que a longa reta do traçado da Toscana deve ser o ponto fraco da YZR-M1


Valentino Rossi chega à Itália em busca de uma reação. Depois de abrir o ano em alta, a chegada à Europa não foi assim tão produtiva para o italiano, que agora torce para que as características de Mugello ajudem na velocidade da YZR-M1.
 
Às vésperas de sua corrida de casa, Rossi exaltou a pista da Toscana, mas reconheceu que será um GP difícil, já que “todos são muito rápidos”.
Valentino Rossi espera ver a Yamaha mais rápida em Mugello (Foto: Yamaha)

  Ouça no Spotify

  Ouça no iTunes

  Ouça no Android

  Ouça no playerFM

“Estou feliz que seja a hora de Mugello. É um fim de semana especial e uma corrida especial para todos os pilotos italianos”, disse Rossi. “Tem uma atmosfera fantástica, mas é também um pouco complicado controlar com todos os fãs, mas é realmente ótimo”, seguiu.

 
“Esta é uma das mais bonitas pistas do ano. É uma pista de que realmente gosto, mas vai ser difícil, porque todos são muito rápidos”, alertou. 
 
As características da pista, aliás, também levam Valentino a crer que a M1 será mais rápida em Mugello, ainda que a longa reta seja motivo de preocupação.
 
“Mugello tem menos aceleração partindo de baixas velocidades, então acho que podemos ser mais rápidos do que em Le Mans, mas também é verdade que tem uma reta muito longa”, ponderou. “Esse, com certeza, será nosso ponto fraco, mas, se trabalharmos bem, podermos nos defender. Precisamos tentar nosso melhor para sermos competitivos e dar o máximo”, concluiu.
O GP da Itália de MotoGP está marcado para o domingo, às 9h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube