Rossi ignora pole-position de Lorenzo e diz não ter estratégia para largada em Valência: “É impossível”

Valentino Rossi ao menos está bastante ciente de sua condição em Valência, na briga pelo título. Largando da última posição na corrida deste domingo, o piloto afirmou que não existe uma estratégia possível para o início da prova

A vida de Valentino Rossi está mostrando que não está fácil neste final de semana. Na tarde deste sábado (7) durante a classificação para a etapa da Comunidade Valenciana, o piloto acabou caindo na pista.
 
A tomada de tempos do italiano não teria validade por conta da punição que levou pelo lance com Marc Márquez na Malásia. Ele, portanto, largará da última colocação do grid de largada, excluindo o 12º tempo que fez. 
 
Isso acaba atrapalhando sua briga pelo título contra Jorge Lorenzo. Além de ser uma das finais mais apertadas dos últimos anos na MotoGP e Rossi já ter perdido um título em Valência, seu adversário espanhol ainda largará da pole-position no domingo.
Valentino Rossi cai durante última volta rápida da classificação em Valência (Foto: Reprodução)
Falando sobre seu sábado, o titular da Yamaha não mostrou muita empolgação com o que foi feito na pista, e falou que tem que fazer o máximo para não cometer erros na prova. “Tenho de tentar correr o menor risco possível, mas também andar forte”, explicou.
 
“Temos que ver quem consegue manter o ritmo. A corrida é longa, são 30 voltas, e eu vou ter de assumir alguns riscos e ver como termina. Aquilo que fizerem lá na frente não é problema meu. Eu vou me concentrar no que posso fazer. Se tivesse que largar normalmente, era possível pensar em alguma estratégia, mas assim é impossível”, continuou.
 
O italiano ainda afirmou que os pneus foram um grande problema durante as atividades na pista, pela dificuldade de aderência. “Sofremos hoje a maior parte da manhã, lutei com a aderência e fizemos algumas mudanças, mas não deram certo. Estava andando bem na classificação, mas acabei caindo”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube