Schrotter dita ritmo no terceiro treino da Moto2 na Austrália. Bagnaia faz sessão discreta e fica em 18º

Marcel Schrotter ditou o ritmo no terceiro treino livre da Moto2 em Phillip Island. 0s232 mais lento, Alex Márquez ficou em segundo, com Miguel Oliveira completando o top-3. Cauteloso em uma pista irregular, Francesco Bagnaia ficou apenas com o 18º posto

Marcel Schrotter ditou o ritmo na terceira sessão de treinos livres para o GP da Austrália de Moto2. O #23 cravou 1min34s143 na melhor de suas 19 voltas e garantiu a liderança em Phillip Island com 0s232 de margem para Álex Márquez, o segundo colocado. Miguel Oliveira completa o top-3 deste sábado (27).
 
Com o céu bastante nublado, a sessão começou bastante irregular, com muitos pilotos aguardando a melhora nas condições de pista para iniciar os trabalhos. Fabio Quartararo sobrou nos primeiros minutos, mas, conforme a pista ia ficando mais estável, o piloto da Speed Up foi ‘engolido’ pela concorrência.
 
Tão logo assumiu a ponta, Schrotter passou a baixar suas marcas giro após giro, até alcançar 1min34s143. Márquez, por sua vez, melhor já na parte final, garantindo o segundo posto com 0s269 de vantagem para Oliveira.
Marcel Schrotter liderou o terceiro treino em Phillip Island (Foto: IntactGP)
0s517 mais lento que o #23, Augusto Fernández ficou com o quarto posto, seguido por Dominique Aegerter, Sam Lowes, Mattia Pasini, Quartararo, Xavi Vierge e Jesko Raffin.
 
Perto do título da Moto2, Francesco Bagnaia fez uma sessão discreta e acabou apenas em 18º, 1s260 mais lento que Schrotter.
 
Líder da sexta-feira, Brad Binder sofreu uma queda e teve sua moto destruída. Assim, o sul-africano ficou com o 27º tempo, 2s642 atrás do líder. O #41, porém, ainda tem a liderança da Moto2 no resultado combinado dos treinos.
 
Saiba como foi o terceiro treino da Moto2 em Phillip Island:
 
A manhã nublada de Phillip Island manteve a temperatura baixa na manhã desta sábado. Quando a Moto2 entrou na pista, os termômetros marcavam 14°C, com o asfalto chegando a 17°C. A velocidade do vento era de 11 km/h.
 
Como a chuva tinha aparecido em meados do treino da Moto2, alguns pilotos saíram dos boxes com pneus apropriados, mas logo retornar em busca dos slicks.
 
Enquanto isso, Cardelús cravou 1min45s800 e foi o primeiro a ocupar o topo da folha de tempos, 0s962 melhor que Sam Lowes, o segundo colocado. Edgar Pons tomou a ponta em seguida, mas logo foi superado por um Quartararo 6s657 mais rápido.
 
Com dez minutos de treino, a maioria dos pilotos estava parada nos boxes e apenas seis tinha efetivamente marcado tempo: Quartararo, Pons, Cardelús, Lowes, Danilo e Lecuona.
 
Aos poucos, a pista foi ficando mais movimentada. Em seu terceiro giro, Schrotter cravou 1min35s195 e assumiu a ponta, 1s177 melhor que Quartararo. Mir era o terceiro, seguido por Aegerter e Odendaal.
 
Schrotter foi ainda mais rápido na sequência, abrindo 0s442 de margem para Pasini, o novo segundo colocado. Quartararo caiu para terceiro, seguido por Mir e Aegerter.
 
Com pouco mais de 25 minutos para o fim da atividade, Niki Tuuli caiu na MG, a décima curva de Phillip Island, e acabou sendo atingido por Isaac Viñales, que ficou sem ter para onde ir. O finlandês foi retirado da pista de maca.
 
Pouco depois, Binder caiu na curva 8. O sul-africano escapou ileso, mas a KTM voou alto e acabou destruída. A Ajo precisaria de um bom tempo para recuperar essa moto.
 
Com pouco mais de 16 minutos para o fim, Schrotter permanecia no topo da tabela, agora com 0s318 de vantagem para Márquez, o segundo colocado. Quartararo era o terceiro, à frente de Fernández, Mir e Oliveira. Bagnaia vinha em 18º.
 
De volta à pista, Schrotter baixou para 1min34s256, abrindo 0s388 de margem para Oliveira. Oliveira vinha em segundo, seguido por Aegerter.
 
Marcel seguiu no ritmo de melhora, alcançando 1min34s143 já nos minutos finais. Márquez também avançou e passou a ocupar o segundo posto, 0s232 atrás do ponteiro.
 
Com o cronômetro travado, ninguém conseguiu superar Schrotter, que garantiu a liderança com 0s232 de margem para Márquez.
 

#GALERIA(9577)

Moto2, GP da Austrália, Phillip Island, treino livre 3:

1 M SCHROTTER Intact Kalex 1:34.143  
2 A MÁRQUEZ Marc VDS Kalex 1:34.375 +0.232
3 M OLIVEIRA Red Bull KTM Ajo 1:34.644 +0.501
4 A FERNANDEZ PONS Kalex 1:34.660 +0.517
5 D AEGERTER Kiefer KTM 1:34.698 +0.555
6 S LOWES Interwetten KTM 1:34.748 +0.605
7 M PASINI Italtrans Kalex 1:34.753 +0.610
8 F QUARTARARO Speed UP 1:34.781 +0.638
9 X VIERGE Intact Kalex 1:34.809 +0.666
10 J RAFFIN SAG Kalex 1:34.939 +0.796
11 L MARINI VR46 Kalex 1:34.961 +0.818
12 R GARDNER Tech3 Mistral 610 1:35.009 +0.866
13 J MIR Marc VDS Kalex 1:35.055 +0.912
14 S MANZI Forward Suter 1:35.057 +0.914
15 A LOCATELLI Italtrans Kalex 1:35.189 +1.046
16 S ODENDAAL RW NTS 1:35.222 +1.079
17 T NAGASHIMA Tady Kalex 1:35.330 +1.187
18 F BAGNAIA VR46 Kalex 1:35.403 +1.260
19 I LECUONA Interwetten KTM 1:35.408 +1.265
20 J NAVARRO Gresini Kalex 1:35.536 +1.393
21 L BALDASSARRI PONS Kalex 1:35.773 +1.630
22 E PONS AGR Kalex 1:35.931 +1.788
23 K IDHAM PAWI Tady Kalex 1:35.957 +1.814
24 B STARING Tech3 Mistral 610 1:35.969 +1.826
25 J ROBERTS RW NTS 1:36.101 +1.958
26 S CORSI TASCA Kalex 1:36.448 +2.305
27 B BINDER Red Bull KTM Ajo 1:36.785 +2.642
28 J DANILO SAG Kalex 1:37.036 +2.893
29 F FULIGNI TASCA Kalex 1:37.117 +2.974
30 I VIÑALES Forward Suter 1:37.225 +3.082
31 X CARDELUS Stylobike Kalex 1:37.788 +3.645
  N TUULI SIC Kalex    

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube