Sem ritmo para bater Lorenzo na Espanha, Márquez admite erros e já vê Honda em dificuldade com calor

Segundo no grid do GP da Comunidade Valenciana, Marc Márquez afirmou que cometeu alguns erros durante o treino classificatório, mas reconheceu que não tinha ritmo para superar a marca recorde de Jorge Lorenzo. #93 afirmou que a Honda tem um pouco mais de dificuldade com o aumento da temperatura

Marc Márquez mostrou um bom ritmo ao longo do fim de semana, mas não foi páreo para Jorge Lorenzo no treino classificatório deste sábado (7). O piloto da Yamaha conseguiu uma volta recorde e ficou com a pole, com o #93 virando 0s488 mais lento e tendo de se contentar com o segundo lugar.
 
Depois do treino, Marc contou que cometeu alguns erros ao longo da sessão, mas admitiu que, mesmo que tivesse sido impecável em todos os seus giros, não tinha ritmo para superar o rival de Iwata.
 
“Eu tentei fazer uma boa volta, especialmente com o primeiro pneu, mas eu cometi um erro”, explicou Márquez. “Aí, com o último pneu, mais uma vez cometi dois erros”, contou o espanhol.
Marc Márquez foi 0s488 mais lento que Lorenzo em Valência (Foto: Honda)
A cobertura completa do GP da Comunidade Valenciana no GRANDE PRÊMIO

 “Não foi a volta perfeita, mas mesmo assim, Jorge fez um giro incrível. Para mim, era difícil melhorar aquele tempo de volta”, reconheceu. 
 
De acordo com o #93, ele e Dani Pedrosa tem mais dificuldades com o aumento da temperatura no circuito Ricardo Tormo, mas, mesmo assim, o campeão vigente não descartou brigar pela vitória. 
 
“Nós tentamos fazer o nosso melhor, mas vamos ver amanhã”, falou. “Parece que com a temperatura subindo, nós temos um pouco mais de dificuldade, eu e o Dani, mas nós vamos tentar ter uma boa largada e tentar lutar pela vitória”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube