Senhor das poles em 2017, Martín bate Bendsneyder em disputa com cronômetro zerado e larga na frente na Moto3 em Assen

Jorge Martín destruiu o tempo de Bo Bendsneyder com o cronômetro zerado e conquistou a pole-position para o GP da Holanda de Moto3. Nicolò Bulega fecha a primeira fila, com Nakarin Atiratphuvapat aparecendo em quarto

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Senhor das poles na temporada 2017, Jorge Martín frustrou a expectativa da torcida holandesa ao cravar uma volta voadora já com o cronômetro travado e conquistar a pole-position neste sábado (24). É a quinta vez consecutiva que o piloto da Gresini conquistar a posição de honra no grid da Moto3.
 
Natural de Roterdã, Bo Bendsneyder liderou com sobras o treino classificatório durante a maior parte do tempo, mas viu Martín forçar o ritmo nas voltas finais. O espanhol assumiu a ponta em seu penúltimo giro, mas o piloto da Red Bull KTM Ajo usou seu giro final para retomar a liderança.
 
Martín, porém, ainda tinha uma carta na manga e cravou 1min57s595, tomando a liderança de Bendsneyder por impressionantes 0s829. Nicolò Bulega reagiu após um início de fim de semana apagado e vai sair em terceiro.
Jorge Martín ficou com a pole em Assen (Foto: Gresini)
Estreante no Mundial, Nakarin Atiratphuvapat conquistou o direito de abrir a segunda linha da grelha, à frente de Marcos Bezzecchi e Arón Canet.
 
Líder do Mundial, Joan Mir foi 3s078 mais lento que Martín no piso molhado de Assen e ficou com o sétimo posto, com Tony Arbolino, Manuel Pagliani e Tatsuki Suzuki fechando o top-10.

Saiba como foi a classificação da Moto3 em Assen:
 
A chuva deu o tom do treino classificatório da Moto3 em Assen. Caindo de forma fina desde o fim do último treino livre da Moto2, a chuva continuou ensopando o asfalto, forçando os pilotos a lidarem com condições adversas. Antes do início da sessão, os termômetros marcavam 17°C no ambiente e na pista, com o vento soprando a uma velocidade de 13 km/h.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Dono da casa, Bo Bendsneyder foi o primeiro a aparecer no topo da tabela, mas logo foi superado por Jorge Martín, o senhor das poles de 2017.
 
Ainda nos primeiros instantes da sessão, Juanfran Guevara caiu na De Strubben, a quinta curva de Assen, mas escapou de maiores ferimentos.
 
Apagadinho na sexta-feira, Bulega deu um passou neste sábado e, em sua quarta volta nesta manhã, cravou 1min59s365 e tomou a ponta, abrindo 0s738 de margem para Martín, que caiu para segundo. O piloto da Gresini logo reagiu, mas tudo que conseguiu foi reduzir o atraso para 0s164.
 
Ainda neste começo de sessão, Di Giannantonio e Ramírez caíram, mas nenhum dos dois se machucou. Um pouco depois, Patrik Pulkkinen foi ao chão na curva 15.
 
Nesse intervalo, Bendsneyder saltou para a segunda colocação, cortando a folga de Bulega para apenas 0s075. Martín, porém, apareceu em seguida para tomar a liderança do italiano da VR46 por 0s152.
 
Líder do Mundial, Mir sofreu uma queda na freada da Ossebroeken, a terceira curva de Assen, mas escapou de maiores ferimentos. O piloto da Kiefer tinha o quarto tempo.
 
Logo em seguida, Bendsneyder registrou 1min58s851 para assumir o topo da tabela, 0s362 à frente de Martín. Bulega, Mir e Suzuki vinham na sequência.
 
A fase intermediária da sessão foi de poucas mudanças na tabela. Bendsneyder manteve a pole provisória, com Martín, Bulega, Mitr, Suzuki, Atiratphuvapat, Rodrigo, Kornfeil, Danilo e Fenati fechando o top-10.
Bo Bendsneyder (Foto: Red Bull KTM Ajo)
Com pouco mais de 11 minutos para o fim, Atiratphuvapat cravou 2min00s056 e assumiu a quarta colocação, 1s205 atrás do líder Bendsneyder.
 
Nos minutos finais da sessão, as quedas não pararam. Guevara se acidentou pela segunda vez nesta tarde, enquanto Gabriel Rodrigo sofreu um forte high-side na curva 8. Antonelli também sofreu uma queda depois de a Red Bull KTM Ajo passar um bom tempo arrumando a RC250GP.
 
Nesta parte final da sessão, o sol começava a furar o bloqueio das nuvens em Assen, formando um trilho seco na reta principal do traçado 4.5 km. 
 
Com poucos segundos para a bandeirada, Martín cravou 1min58s481 e tomou a pole provisória das mãos de Bendsneyder por 0s370.
 
Bo reagiu, chegou a 1min58s424 e retomou a ponta, 0s057 melhor que o rival. Já com o cronômetro travado, Martín destruiu o tempo de Bendsneyder e vai sair na frente mais uma vez.
 

#GALERIA(7087)

Moto3, GP da Holanda, Assen, Classificação:

1 88 JORGE MARTÍN ESP GRESINI Honda 1:57.595  
2 64 BO BENDSNEYDER HOL RED BULL KTM AJO 1:58.424 +0.829
3 8 NICOLÒ BULEGA ITA VR46 KTM 1:59.308 +1.713
4 41 NAKARIN ATIRATPHUVAPAT TAI TEAM ASIA Honda 2:00.056 +2.461
5 12 MARCO BEZZECCHI ITA CIP Mahindra 2:00.189 +2.594
6 44 ARÓN CANET ESP ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 2:00.560 +2.965
7 36 JOAN MIR ESP KIEFER Honda 2:00.673 +3.078
8 14 TONY ARBOLINO ITA SIC58 Honda 2:00.713 +3.118
9 96 MANUEL PAGLIANI FRA CIP Mahindra 2:00.826 +3.231
10 24 TATSUKI SUZUKI JAP SIC58 Honda 2:00.926 +3.331
11 7 ADAM NORRODIN MAL SIC Racing Team Honda 2:01.004 +3.409
12 19 GABRIEL RODRIGO ARG RBA Mahindra 2:01.080 +3.485
13 84 JAKUB KORNFEIL TCH SAXOPRINT Peugeot 2:01.092 +3.497
14 95 JULES DANILO FRA ONGETTA Honda 2:01.125 +3.530
15 5 ROMANO FENATI ITA ONGETTA Honda 2:01.125 +3.530
16 6 MARÍA HERRERA ESP ARGIÑANO & GINÉS KTM 2:01.197 +3.602
17 33 ENEA BASTIANINI ITA ESTRELLA GALICIA 0,0 Honda 2:01.279 +3.684
18 11 LIVIO LOI BEL KIEFER Honda 2:01.357 +3.762
19 17 JOHN MCPHEE ING BRITISH TALENT TEAM Honda 2:01.510 +3.915
20 4 PATRIK PULKKINEN FIN SAXOPRINT Peugeot 2:01.525 +3.930
21 21 FABIO DI GIANNANTONIO ITA GRESINI Honda 2:01.627 +4.032
22 71 AYUMU SASAKI JAP SIC Racing Team KTM 2:01.658 +4.063
23 42 MARCOS RAMÍREZ ESP WORLDWIDE KTM 2:01.749 +4.154
24 48 LORENZO DALLA PORTA ITA ASPAR Mahindra 2:01.796 +4.201
25 23 NICCOLÒ ANTONELLI ITA RED BULL KTM AJO 2:01.855 +4.260
26 65 PHILIPP OETTL ALE SCHEDL GP KTM 2:02.141 +4.546
27 16 ANDREA MIGNO ITA VR46 KTM 2:02.642 +5.047
28 40 DARRYN BINDER RSA WORLDWIDE KTM 2:02.767 +5.172
29 28 RYAN VAN DE LAGEMAAT HOL LAGEMAAT KTM 2:03.629 +6.034
30 58 JUANFRAN GUEVARA ESP RBA Mahindra 2:03.715 +6.120
31 31 RAÚL FERNÁNDEZ ESP ASPAR Mahindra 2:04.397 +6.802
32 27 KAITO TOBA JAP TEAM ASIA Honda 2:05.736 +8.141
             
RECORDE JORGE NAVARRO ESP GRESINI Honda 1:42.135 160.0 km/h
MELHOR VOLTA ENEA BASTIANINI ITA GRESINI Honda 1:41.283 161.4 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 17ºC | pista: 16ºC
NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube