SRT vê estilo de Rossi em Morbidelli: “Aprendeu muito bem na Academia VR46”

Wilco Zeelenberg comentou que o ítalo-brasileiro é muito educado e tem o mesmo estilo de Valentino Rossi na hora de falar com a equipe

A Repsol Honda apresentou a moto de 2021 que Marc Márquez e Pol Espargaró vão usar (Vídeo: Honda)

Gerente da SRT Yamaha, Wilco Zeelenberg apontou que Franco Morbidelli tem o mesmo estilo de Valentino Rossi na hora de falar com os engenheiros e mecânicos. O dirigente considerou que o ítalo-brasileiro aprendeu muito bem na Academia de Pilotos VR46.

Morbidelli é um dos pupilos de Rossi e foi o primeiro entre os integrantes da Academia a conquistar o título mundial ― na Moto2 em 2017 ― e a vencer na MotoGP. Em 2020, aliás, o piloto que corre com o #21 fechou a temporada com o vice-campeonato, só 13 pontos atrás do campeão Joan Mir.

VEJA TAMBÉM
As imagens das Yamaha YZR-M1 da SRT para a temporada 2021 da MotoGP

Franco Morbidelli é um dos integrantes da academia de pilotos de Valentino Rossi (Foto: SRT)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Na visão de Zeelenberg, uma das coisas que Morbidelli aprendeu com Rossi foi a trabalhar com a equipe técnica, especialmente com o experiente Ramón Forcada, o chefe dos mecânicos de Franco.

“Ramón é muito experiente, mas sempre teve pilotos com uma personalidade grande e forte… [John] Kocinski, Jorge [Lorenzo]. Nomes com os quais você sabe que não será uma temporada fácil”, disse Zeelenberg. “Franky tem uma personalidade completamente diferente. É educado e pensa muito bem antes de dizer alguma coisa. Ele é muito esperto neste sentido”, continuou.

“Acredito que ele aprendeu muito bem na Academia VR46, pois quando eu o escuto falar, ouço muitas das mesmas frases, da mesma maneira e do estilo que Vale usa”, comparou.

Ainda, Wilco ressaltou que hoje a SRT tem expectativas melhores em relação a performance de Morbidelli do que de Rossi, já que o piloto de 42 anos foi apenas 15º no campeonato passado.

“No momento, precisamos olhar para os resultados do ano passado. Franco terminou o campeonato em segundo e eu nem sei onde Vale terminou. 13º?”, perguntou. “Mas, dito isso, em duas ou três corridas, Fabio [Quartararo] caiu de segundo para oitavo, então o campeonato foi muito apertado no ano passado. Não podemos esquecer que o campeonato fica mais e mais apertado e isso é muito bom para o espetáculo”, considerou.

“Mas no momento, aos meus olhos, Franco, pela maneira que ele pilotou no ano passado ― e, claro, tiveram as duas corridas na Áustria, onde ele não pode desempenhar e a falha de motor de Jerez ―, mas, basicamente, se isso não tivesse acontecido e a temporada tivesse corrido do mesmo jeito, devo dizer que ele teria mais pontos que o vencedor. Isso diz muito”, completou.

LEIA TAMBÉM
Bastianini, Martín e Marini: os novatos da MotoGP em 2021

https://open.spotify.com/episode/56EWZtjjXZerTSc5mEGdpr?si=dXJwGloaQQ6ZEGdY1gUInQ&nd=1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube