Stoner vence disputa contra Pedrosa e lidera 1-2 da Honda na primeira atividade em Indianápolis

Dani Pedrosa e Casey Stoner não foram incomodados durante o primeiro treino livre da MotoGP em Indianápolis e ocuparam as duas primeiras colocações praticamente do início ao final da atividade

O primeiro treino livre da MotoGP em Indianápolis pode não ter revelado muito, mas deixou uma coisa clara: a Honda vem com tudo neste final de semana. Assim que saiu, Dani Pedrosa assumiu a ponta da sessão e apenas seu companheiro, o quase aposentado Casey Stoner, foi capaz de competir com ele. No final, o australiano se deu melhor e ficou com o melhor tempo.

Nicky Hayden ficou com a terceira colocação, enquanto Ben Spies, correndo em casa, ficou na quarta posição. Stefan Bradl fechou em quinto e Álvaro Bautista ficou com a sexta colocação. Cal Crutchlow, Jorge Lorenzo, Valentino Rossi e Hector Barberá, que caiu feio após perder o controle de sua moto e foi levado ao centro médico, fecharam os dez primeiros colocados.

Os pilotos voltam à pista ainda nesta sexta-feira (17) para uma nova sessão de treino livre em Indianápolis.

Veja como foi a primeira atividade da MotoGP em Indianápolis

O treino da MotoGP começou e os pilotos demoraram para iniciar o trabalho de voltas rápidas no circuito de Indianápolis. Stefan Bradl foi o primeiro a virar volta rápida e manteve a primeira colocação até ser superado por Dani Pedrosa. O piloto da equipe de fábrica superou o alemão em 0s274 quando virou 1min44s477.

Melhor piloto da Ducati até aqui, Nicky Hayden pulou para segundo, mas não o suficiente para alcançar Pedrosa, que abriu mais de 0s5 de vantagem para o segundo colocado ao ser o primeiro piloto que foi à pista a virar na casa de 1min43s baixo.

Stoner liderou a primeira sessão de treinos livres da MotoGP em Indianápolis (Foto: MotoGP)

Já com a aposentadoria anunciada para o final do ano, Casey Stoner retardou sua entrada na pista e só participou da meia hora final dos treinos. E quem entrada do australiano na pista. Logo na segunda volta rápida, ele foi apenas 0s074 mais lento que Pedrosa e ocupava a segunda colocação.

Enquanto os quatro primeiros estavam separados por apenas 0s200, Valentino Rossi, “novo” reforço da Yamaha para 2013, ocupava a quinta posição e foi 0s819 mais lento que a melhor volta. E não demorou para que Stoner assumisse a liderança da sessão, com o tempo de 1min43s039.

Os dois pilotos da Honda estavam sobrando com relação aos rivais e trocaram de posição ao menos três vezes, ao passo que nenhum outro piloto incomodava. Álvaro Bautista jogou Hayden para quarto e assumiu a terceira colocação.

Quem sofreu um acidente feio foi Hector Barberá. Ao fazer a sequência de duas curvas para a reta principal, o piloto espanhol, que vem de uma fratura na perna, perdeu o controle de sua Pramac Ducati e acabou caindo. Após ficar uns segundos imóvel, logo ele levantou, mas o treino acabou sendo interrompido por pouco mais de cinco minutos.

Logo que a atividade recomeçou, Ben Spies tirou Bautista da terceira colocação e Jorge Lorenzo jogou Hayden para sétimo. Quem veio bem nos minutos finais foi Cal Crutchlow, que subiu para quinto. Pedrosa ainda superou Stoner por alguns minutos, mas não por muito tempo e o australiano voltou ao posto principal no minuto final.

O cronometro foi zerado perto das 11h do horário local e ninguém superou Stoner, que finalizou a primeira sessão de treinos na ponta.

MotoGP, treino livre 1, Indianápolis:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube