Surpreso com acusação de Rossi, Márquez se defende e manda recado: “Ele precisa se concentrar em Lorenzo”

A treta está plantada e com uma raiz cada vez mais longa na MotoGP. Marc Márquez não demorou sequer 24 horas para responder as acusações que Valentino Rossi fez a ele na quinta-feira, quando disse que o espanhol estava favorecendo Jorge Lorenzo por estar irritado de Rossi por motivos pessoais

O clima está pegando fogo na reta final do Mundial de Motovelocidade. Depois de Jorge Lorenzo desmerecer Valentino Rossi, Rossi reclamar e mais recentemente acusar Marc Márquez de estar sendo um "obstáculo" na briga pelo título ao dar preferência a Lorenzo, agora o atual bicampeão mundial respondeu a Valentino e não escondeu certa decepção. 
 
Márquez, claro, negou que tenha atrapalhado a disputa de Rossi com Andrea Iannone deliberadamente para favorecer terceiros. Para Marc, Valentino precisa "se concentrar em bater Lorenzo".
 
"Ontem, acho que ele surpreendeu um pouco a todos. Posso entender que ele está pensando no campeonato e na vantagem de 11 pontos, mas no fim ele precisa se concentrar em lutar com Lorenzo, porque é Jorge que Valentino precisa bater para ganhar o campeonato. Precisa vencê-lo na pista, e acho que é rápido o bastante para tanto. Não quero me envolver nessa guerra", afirmou.
Bons tempos… (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Embora admita estar chateado com o piloto que já declarou ser seu ídolo por uma acusação tão forte, Márquez reafirma o respeito pelo italiano e diz que a meta que tem para o resto da campeonato, tanto ele quanto Dani Pedrosa, é vencer corridas, já que a briga do título está restrita aos dois pilotos da Yamaha.
 
"Sempre respeitei Valentino, e isso segue igual, porque ele é o melhor piloto da história da MotoGP. Naturalmente, o que ele disse me chateou um pouco, porque eu dei 100%. Na Austrália, venci e tirei cinco pontos de Jorge, então não entendo o que ele disse", garantiu.
 
"Minha meta, como sempre, é ganhar. Se eu tiver potencial apenas para ser segundo, vou ficar com essa posição. Vou correr minhas próprias corridas, porque nem meu companheiro de equipe e nem eu podemos ganhar o campeonato", encerrou.
 
O GP da Malásia, penúltimo da temporada, acontece na madrugada deste domingo (25). O campeonato termina em Valência em duas semanas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube