Tribunal rejeita pedido de intervenção de Lorenzo para participar em caso que tenta reverter punição de Rossi

Jorge Lorenzo tentou interferir no caso que busca reverter a punição imposta a Valentino Rossi pelo toque em Marc Márquez na Malásia. Entretanto, o espanhol teve o pedido rejeitado pelo Tribunal Arbitral do Esporte

Jorge Lorenzo tentou se meter na apelação de Valentino Rossi pela revogação da punição sofrida pelo acidente com Marc Márquez na Malásia. No entanto, o espanhol teve o pedido de intervenção no processo negada pelo Tribunal Arbitral do Esporte na tarde desta terça-feira (3).
 
De acordo com a entidade jurídica, os advogados do piloto espanhol da Yamaha entraram com o pedido de intervenção nesta segunda, que prontamente foi negado, fazendo com que o caso siga sendo apenas entre Rossi e a Federação Internacional de Motociclismo (FIM).
 
A côrte de Lausanne, na Suíça, reiterou que a decisão final sobre a apelação do multicampeão da MotoGP deve sair nesta sexta-feira, às vésperas da decisão da MotoGP.
Acidente entre Rossi e Márquez na Malásia pode ter mudado a história do campeonato (Foto: Reprodução/Twitter)
A intenção do piloto italiano é tentar a anulação ou mesmo uma redução da sanção imposta pelos comissários da prova em Sepang. 
 
O piloto da Yamaha foi considerado culpado no incidente com Márquez na sétima volta da corrida malaia, realizada no penúltimo fim de semana. Os dois vinham disputando severamente a terceira posição, quando um toque entre ambos acabou derrubando o espanhol da Honda. 
Jorge Lorenzo tentou se intrometer no julgamento da tentativa de apelação de Valentino Rossi (Foto: Yamaha)
A direção de prova reuniu os dois competidores e entendeu que Valentino causou a queda ao tentar empurrar o adversário para fora da pista. Por conta disso, o multicampeão ganhou três pontos em sua carteira que, somados ao ponto anterior que já tinha, acabou por ter de aceitar a punição de largar do fundo do grid na prova em Valência, a decisiva do campeonato.
 
Ainda na Malásia, a Yamaha tentou um recurso, mas foi rejeitado pela FIM. Aliás, a entidade que rege o esporte publicou na última quinta-feira um comunicado em que repudiou o episódio, dizendo que os dois pilotos, dos mais populares do motociclismo mundial, envenenaram a MotoGP.

Lorenzo e Rossi brigam ponto a ponto pelo título da temporada. O italiano, que acusa Márquez de estar correndo para ajudar o compatriota, chega em Valência com sete pontos de vantagem
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube