Tricampeão, Lorenzo admite lágrimas e conta como passou últimas voltas em Valência: “Rezei para chegar ao fim”

Jorge Lorenzo é o campeão mundial de motociclismo de 2015. O espanhol, agora campeão três vezes, admitiu que estava muito emocionado depois de vencer, mas afirmou que não tinha ideia do que estava acontecendo antes. A não ser suas orações pela vitória

Acabou a temporada 2015 da MotoGP. Neste domingo (7), em Valência, Valentino Rossi ganhou um caminhão de posições, mas não foi o bastante. Jorge Lorenzo ganhou de ponta a ponta e se sagrou campeão mundial de motociclismo pela terceira vez. Lorenzo não escondeu as emoções que viveu durante a corrida.
 
Logo após a prova e ainda antes de ouvir o hino espanhol no pódio, Jorge disse que não se preocupou muito no que estava acontecendo com Rossi ou as Honda, apenas queria andar no limite. No fim, rezava para que nada de errado acontecesse.
Lorenzo pegou a bandeira da Espanha para comemorar o triunfo (Foto: Reprodução/Twitter)
"Eu não me senti pressionado. Para dizer a verdade, eu não vi nada nas outras voltas. Não sabia quantas voltas faltava, precisei conversar comigo para ficar calmo e mexer a moto do jeito certo, ficar concentrado. E rezei chegar ao fim da corrida. Agora eu sou tricampeão mundial. É difícil de falar, mas fizemos um trabalho incrível, a Yamaha me deu uma moto incrível. Meu time é especial. Estou muito orgulhoso", disse.
 
Em entrevista rápida ao jornal espanhol 'Marca', Lorenzo ainda contou que chorou por toda a volta seguinte à bandeirada. O público viu isso claramente quando ele desceu da moto e chegou a ajoelhar. 
 
"Estou muito emocionado. Chorei por toda a volta de honra. É muito grande o que fizemos e o que temos suportado o ano inteiro", encerrou.
 
No fim das contas, após todas as brigas, é do #99 o título mundial de uma temporada que vai ficar marcada na história da MotoGP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube