MotoGP

Vietti destrona McPhee no instante final e lidera TL2 da Moto3 no Red Bull Ring

Celestino Vietti usou a última de suas 20 voltas para cravar 1min36s585 e garantir a liderança do TL2 da Moto3 na Áustria. 0s031 mais lento, John McPhee ficou com o segundo tempo, com Tatsuki Suzuki fechando o top-3

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo
Celestino Vietti garantiu a liderança do segundo treino da Moto3 em Spielberg. O piloto da VR46 cresceu nos minutos finais da atividade vespertina desta sexta-feira (9) e garantiu a liderança na última de suas 20 voltas.
 
Tatsuki Suzuki entrou na reta final da sessão no topo da tabela de tempo, mas viu sua marca ser batida já com o cronômetro zerado. Inicialmente, John McPhee tomou a ponta com 1min36s616, mas, quase que imediatamente, foi superado por um Vietti 0s031 mais rápido.
Celestino Vietti (Foto: VR46)
Já 0s352 mais lento que o líder, Ayumu Sasaki ficou com o quarto posto, à frente de Tony Arbolino, Jaume Masià, Niccolò Antonelli, Ai Ogura, Dennis Foggia e Filip Salac.
 
Líder do Mundial, Arón Canet fez a melhor de suas 14 voltas em 1min38s228 e ficou em 17º, 1s643 mais lento que o ponteiro.

O GP da Áustria de Moto3 está marcado para o domingo, às 6h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Paddockast #28
INTERROGANDO Flavio Gomes: O Boto do Reno


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Saiba como foi o treino livre 2 do GP da Áustria de Moto3:
 
As nuvens saíram do caminho do sol no início da tarde desta sexta-feira e facilitaram o aumento da temperatura em Spielberg. Quando a Moto3 voltou para a pista, os termômetros marcavam 28°C, com o asfalto chegando a 46°C.
 
Com 1min37s358, Tatsuki Suzuki abriu os trabalhos desta tarde no topo da tabela, 0s240 melhor que Niccolò Antonelli. Tony Arbolino tinha o terceiro tempo.
 
Na sequência, Arbolino foi a 1min37s062 e pegou a ponta, só 0s026 à frente de Antonelli. Suuzki caiu para terceiro, diante de McPhee, Ramírez e Fenati.
 
Suzuki recuerou a liderança pouco depois, agora com 1min36s969, 0s093 melhor que Arbolino. Antonelli subiu para o terceiro posto, seguido por Kornfeil e McPhee.
 
Depois de uma passagem pelos boxes, Suzuki voltou para a pista e baixou sua marca para 1min36s638, ampliando para 0s424 a vantagem em relação a Arbolino, o segundo colocado. Antonelli tinha o terceiro tempo.
 
Depois de uma passagem pelos boxes, Vietti saltou para a segunda colocação, 0s411 mais lento que Suzuki. Mais atrás, Marcos Ramírez avançou para a quinta colocação.
 
Com apenas mais alguns segundos ainda no cronômetro, Vietti fez outra boa volta, mas perdeu tempo na parcial final e não conseguiu destronar Suzuki, embora tenha reduzido a margem do piloto da SIC58 para 0s201.
 
Com a bandeira quadriculada tremulando, McPhee passou em 1min36s616 e pegou a ponta, mas imediatamente foi superado por um Vietti 0s031 mais rápido. Suzuki acabou em terceiro.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.