Viñales puxa dobradinha da Yamaha em dia 1 em Jerez. Álex Márquez é 17º

Maverick Viñales seguiu com o bom desempenho mostrado nos testes em Valência. Nesta segunda-feira (25), no primeiro dia de atividades em Jerez de la Frontera, o espanhol puxou uma dobradinha da Yamaha com Fabio Quartararo em segundo

A temporada 2019 da MotoGP já acabou, mas as atividades seguem a todo vapor. Nesta segunda-feira (25), os pilotos foram para a pista de Jerez de la Frontera para a última bateria de testes do ano, e foi Maverick Viñales quem ficou na ponta.
 
O titular da Yamaha já mostrou forte ritmo na última semana, nos dois dias de ensaio pré-temporada em Valência. Na abertura desta semana, o #12 liderou grande parte do dia, encerrando com uma vantagem de 0s754.
 
Tanto o espanhol quanto seu companheiro Valentino Rossi tinham tanto a moto de 2020 quanto a de 2019 nos boxes. O nove vezes campeão usou a maior parte do tempo em cima da nova M1 com braço oscilante de carbono. Apesar de boas impressões do dia 1, o italiano, que fechou em 14º, admitiu que ainda existem áreas a serem trabalhadas.
 
A fábrica japonesa fechou a segunda-feira em Jerez com uma dobradinha completada por Fabio Quartararo. O francês testou o motor protótipo de 2020 da marca, assim como seu colega Franco Morbidelli, o quinto mais veloz.
Maverick Viñales (Foto: Reprodução)
O dia também foi bastante positivo para a Suzuki. Joan Mir e Álex Rins fecharam o top-4 da sessão, com a dupla trabalhando com o motor da GSX-RR de 2020. Sylvain Guintoli também marcou presença no teste, completando 63 voltas no dia e terminando em 16º, 2s017 mais lento que o ponteiro.
 
Sexto na tabela, Marc Márquez chegou a paralisar a sessão com bandeira vermelha por conta de uma forte queda. O espanhol chegou a ser levado ao centro médico do circuito para maiores exames, mas logo foi liberado para seguir com o curso das atividades.
 
Enquanto o hexacampeão tinha disponível de seu lado do box três RC213V, seu irmão Álex tinha a sua disposição duas. O atual campeão da Moto2 ainda está em processo de adaptação e andou com amoto de 2019, fechando o dia com o 17º tempo da tabela e sendo o melhor novato do dia. Assim como o #93, Cal Crutchlow também testou partes para a moto de 2020 e ficou em sétimo.
 
Danilo Petrucci foi a melhor Ducati posicionada em Jerez, terminando a segunda-feira com o nono marco, atrás de Pol Espargaró. Andrea Dovizioso, o décimo, testou o novo chassi da Desmosedici, comparando com o de 2019. O italiano afirmou que apesar da boa sensação, ainda é necessária maior análise. Michele Pirro, também representando a esquadra de Borgo Panigale, sofreu um forte acidente na curva 6, mas nada sofreu e foi o 19º.
 
A Avintia chamou o brasileiro Eric Granado para participar dos dois dias de testes coletivos em Jerez. Nesta segunda, o piloto saiu rapidamente, mas logo voltou ao box, fechando a abertura das atividades na 22ª colocação a 5s925 de Viñales.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar