Viñales segura dupla da Ducati e lidera primeiro treino da MotoGP na Áustria. Melhor Yamaha, Rossi é quarto

Maverick Viñales ignorou a expectativa por uma liderança da Ducati e garantiu o melhor tempo na primeira sessão de treinos livres no Red Bull Ring. 0s079 mais lento que o #25, Andrea Dovizioso ficou em segundo, à frente de Andrea Iannone e Valentino Rossi

Não deu para a Ducati. Depois de dominar a bateria de testes privados realizada em Spielberg antes das férias, a fábrica de Bolonha mostrou que sentiu o impacto dos novos pneus trazidos pela Michelin para a prova deste fim de semana e não foi párea para Maverick Viñales na manhã desta sexta-feira (12).
 
Com 1min25s866, o espanhol colocou a GSX-RR no topo da tabela de tempos, 0s079 à frente de Andrea Dovizioso, o segundo colocado. 0s211 atrás do rival da Suzuki, Andrea Iannone completa o top-3.
 
Em seu último giro nesta manhã, Valentino Rossi anotou 1min26s232 e garantiu a quarta colocação, 0s366 atrás do líder. Yonny Hernández aparece logo atrás.
Maverick Viñales foi o mais rápido nesta manhã em Spielberg (Foto: Suzuki)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Embora não tenha testado previamente com a RC213V no Red Bull Ring, Marc Márquez não tardou em se encontrar. O líder do Mundial ficou com o sexto tempo, 0s038 à frente de Jorge Lorenzo, que demorou para conseguir uma vaga no top-10.
 
Jack Miller liderou os primeiros minutos da sessão, mas acabou em oitavo, à frente de Danilo Petrucci. Piloto de testes da Ducati, Michele Pirro completa o rol dos dez melhores.
 
Dani Pedrosa, por outro lado, teve uma manhã abaixo da crítica. Além de sofrer uma queda, o espanhol fechou a manhã em 22º. 5s427 atrás do líder.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Saiba como foi o primeiro treino da MotoGP no Red Bull Ring:
 
A chuva que caiu nos últimos dias na região de Spielberg nos últimos dias deu uma trégua nesta manhã e os pilotos puderam começar os treinos com pista seca. Ainda assim, o frio se fazia presente, com os termômetros marcando 9°C e a pista chegando aos 14°C. Os ventos sopravam a uma velocidade de 6 km/h.
 
Com 1min30s005, Jack Miller foi o primeiro a aparecer no topo da tabela, baixando sua marca logo depois. O australiano chegou a correr no traçado de Spielberg quando ainda participava de categorias de base.
 
Único a correr com o Mundial nas provas de 1996 e 1997, Valentino Rossi pulou para segundo, à frente de Danilo Petrucci, Michele Pirro e Aleix Espargaró.
 
Na sequência, Miller baixou ainda mais, com Aleix virando 0s312 mais lento para ocupar o segundo posto. Márquez era o terceiro, à frente de Viñales e Petrucci.
 
Rossi não deixou por menos, cravou 1min27s227 e assumiu o segundo posto, 0s027 mais lento que Miller, que vinha melhorando seu tempo de volta.
 
Nesses primeiros minutos da sessão, era um tanto frustrante ver Andrea Iannone em 15º. O italiano liderou os testes feitos no traçado pouco antes das férias.
 
Com 1min27s019, Petrucci assumiu a liderança, mas logo foi batido por Viñales, que virou 0s010 melhor. Miller era o terceiro, com Rossi e Pirro fechando o top-5.
 
O vencedor do GP da Holanda não tardou a mostrar reação e pulou para a ponta com1min26s958, 0s051 melhor que Maverick. Pouco depois, Petrucci enfiou 0s465 no australiano e passou a liderar. Pirro, então, também aproveitou o embalo e assumiu o segundo lugar.
 
Com 1min43s438, Miller voltou ao topo da tabela, 0s055 melhor que Petrucci, o segundo colocado. Em seu sexto giro, Iannone foi 0s383 mais lento que o ponteiro e se instalou em terceiro, mas logo caiu para quarto, com Márquez passando um pouco melhor.
 
Logo depois foi a vez de Rossi fazer seu turno no topo da tabela. Com 1min26s420, o italiano assumiu a ponta, 0s018 melhor que Miller, o segundo colocado. Iannone vinha em terceiro. 
 
Com cerca de 15 minutos de sessão, os pilotos foram aos boxes. Rossi tinha a liderança, com Miller, Iannone, Petrucci, Márquez, Cal Crutchlow, Viñales, Pirro, Pol Espargaró e Bradley Smith. Jorge Lorenzo vinha apenas em 14º.
Andrea Dovizioso anotou o segundo tempo (Foto: Ducati)
De volta à pista, Stefan Bradl sofreu uma queda sem consequências na curva 3 e logo tratou de voltar aos boxes da Aprilia. O germânico tinha o 17º tempo.
 
Dovizioso também melhorou no retorno ao circuito, baixando para 1min26s674 e assumindo o sexto posto, 0s254 atrás do líder.
 
Pouco depois, Dani Pedrosa sofreu uma queda na curva 9. Apesar de ter passado um longo tempo escorregando no asfalto, o espanhol não se feriu. O #26 tinha o 22º tempo, 4s873 atrás de Rossi. A RC213V foi parar em cima de uma barreira de pneus.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Em sua 15ª volta, Márquez anotou 1min26s337 e assumiu a ponta, 0s083 à frente de Rossi. Miller vinha em terceiro.
 
Iannone, então, entrou na brincadeira e assumiu a ponta ao baixar 0s005 do tempo de Márquez. Hernández aproveitou para mostrar suas armas e passou o #29 por 0s026, ocupando o primeiro posto.
 
Restando pouco mais de 12 minutos para o fim, a sessão foi interrompida em bandeira vermelha. A paralisação foi necessária para que os fiscais de pista pudessem reparar o air-fence danificado pela queda de Pedrosa. Além disso, eles também removeram a moto do espanhol do topo da barreira de pneus.
 
Pouco antes da bandeira vermelha, Eugene Laverty caiu na curva 8, mas não sofreu lesões graves. 
 
Quase dez minutos mais tarde, a sessão foi reiniciada para os 12 minutos finais. Hernández liderava, com Iannone, Márquez, Rossi, Miller, Petrucci, Dovizioso, Crutchlow, Viñales e Pol Espargaró completando o top-10.
 
Lá atrás, Lorenzo melhorou um pouco para assumir o 12º posto. O espanhol tinha 0s685 de atraso para Hernández.
 
Com 1min26s374, Viñales saltou para a quarta colocação, 0s068 mais lento que Hernández, que permanecia na ponta. O piloto da Suzuki insistiu, virou em 1min25s866 e assumiu o comando da sessão, 0s440 à frente de Yonny.
 
Iannone, então, também conseguiu ser melhor e assumiu a segunda colocação, 0s211 atrás de Viñales. Pouco depois, entretanto, Dovizioso foi 0s132 melhor que o companheiro de Ducati e ficou com a posição.
 
Mais atrás, Lorenzo, enfim, deu as caras no top-10. Com 1min26s375, o #99 assumiu o sexto posto, 0s045 à frente de Rossi. Miller era o oitavo, seguido por Petrucci e Crutchlow.
 
Com a bandeira quadriculada tremulando em Spielberg, Rossi saltou para a quarta colocação, 0s366 atrás de Viñales.

MotoGP, GP da Áustria, Red Bull Ring, treino livre 1:

1 25 MAVERICK VIÑALES ESP SUZUKI 1:25.866  
2 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA DUCATI 1:25.945 +0.079
3 29 ANDREA IANNONE ITA  DUCATI 1:26.077 +0.211
4 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 1:26.232 +0.366
5 68 YONNY HERNÁNDEZ COL ASPAR DUCATI 1:26.306 +0.440
6 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:26.337 +0.471
7 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP APRILIA GRESINI 1:26.375 +0.509
7 99 JORGE LORENZO ESP YAMAHA 1:26.438 +0.572
8 43 JACK MILLER AUS MARC VDS HONDA 1:26.493 +0.627
9 9 DANILO PETRUCCI ITA PRAMAC DUCATI 1:26.620 +0.754
10 51 MICHELE PIRRO ITA DUCATI 1:26.734 +0.868
11 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA 1:26.860 +0.994
12 45 SCOTT REDDING ING PRAMAC DUCATI 1:26.880 +1.014
13 44 POL ESPARGARÓ ESP TECH3 YAMAHA 1:26.995 +1.129
14 38 BRADLEY SMITH ING TECH3 YAMAHA 1:27.067 +1.201
15 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP SUZUKI 1:27.997 +2.131
16 76 LORIS BAZ FRA AVINTIA DUCATI 1:28.229 +2.363
18 8 HECTOR BARBERÁ ESP AVINTIA DUCATI 1:28.492 +2.626
19 53 TITO RABAT ESP MARC VDS HONDA 1:28.731 +2.865
20 6 STEFAN BRADL ALE APRILIA GRESINI 1:28.761 +2.895
21 50 EUGENE LAVERTY IRL ASPAR DUCATI 1:30.206 +4.340
22 26 DANI PEDROSA ESP HONDA 1:31.293 +5.348

#GALERIA(5749)
 

PADDOCK GP #41 ABORDA F1, MOTOGP, OLIMPÍADA E MORTE DE CLAUSON

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube