MotoGP

VR46 admite 2018 difícil para Bulega, mas aposta em reação na Moto2 com “moto mais adequada ao corpo”

A VR46 crê que Nicolò Bulega vai deixar para trás a temporada ruim que teve em 2018. Pablo Nieto, chefe da equipe, afirmou que o piloto deve mostrar uma reação positiva em 2019, já que agora vai competir na Moto2

Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
A VR46 mostrou confiar completamente em Nicolò Bulega. Pablo Nieto, chefe da equipe, reconheceu que o piloto teve um 2018 difícil, mas disse acreditar na reação nesta temporada, ainda mais que subiu para a Moto2.
 
No último ano, o italiano sofreu em sua terceira temporada no Mundial. Abandonando quatro das cinco primeiras corridas do ano, contou apenas com um sétimo lugar como melhor resultado. No final, fechou a classificação em 26º após perder as últimas quatro etapas.
Nicolò Bulega (Foto: VR46)
Entretanto, o piloto vai ter uma nova chance em 2019, já que foi promovido para a Moto2. Nieto reconheceu as dificuldades de Bulega no último ano, mas afirmou com exclusividade ao GRANDE PRÊMIO que crê na reação do piloto.
 
“Não foi um 2018 fácil para Nicolò, mas nós sabemos que o estilo de pilotagem dele é um dos mais interessantes do panorama italiano”, indicou. “Nós confiamos no talento dele e agora ele tem uma moto mais adequada ao seu corpo”, considerou.
 
“Nós estamos realmente confiantes na temporada de estreia dele na Moto2”, completou o dirigente.
 
No campeonato deste ano, Bulega vai ter Luca Marini como companheiro. O italiano teve uma campanha bastante forte em 2018, onde conquistou uma vitória e subiu quatro vezes ao pódio, terminando em sétimo na classificação.