Yamaha oferece acordo de 2 anos a Rossi e pretende levá-lo à Superbike em 2015, diz jornal

De acordo com o jornal italiano 'La Gazzetta dello Sport', a Yamaha ofereceu um acordo de dois anos a Valentino Rossi na MotoGP e pretende usar o piloto para ingressar no Mundial de Superbike em 2015

Os rumores sobre o futuro de Valentino Rossi na MotoGP não param. Nesta quinta-feira (2), o jornal italiano 'La Gazzetta dello Sport' foi mais além. A publicação revelou que a Yamaha, de fato, ofereceu ao multicampeão um contrato de dois anos na MotoGP e que pretende levá-lo para o Mundial de Superbike em 2015.

A marca japonesa planeja ingressar na categoria a partir de 2014 e pretende usar Valentino para desempenhar o papel de desenvolvedor técnico e, em seguida, assumir a nova moto. Rossi já teve contato com uma moto Yamaha da Superbike em 2010, em Misano, onde fez o primeiro teste depois da fratura na perna direita que o afastou de parte da temporada da MotoGP daquele ano.


 
Rossi afirmou que momento da carreira será importante na hora de definir futuro (Foto: Ducati)

Atualmente, o italiano se vê às voltas com a problemática Ducati, moto com a qual ainda não conseguiu vencer no Mundial. O acordo com a equipe vermelha se encerra no fim da temporada 2012, mas Valentino ainda não decidiu se vai ou não permanecer no time, apesar das promessas da Audi, a nova proprietária da Ducati. Rossi admitiu no último fim de semana, durante a etapa de Laguna Seca, que possui, além da oferta da atual equipe, mais duas propostas. 

O retorno à Yamaha, equipe que defendeu entre 2004 e 2010, colocaria o Doutor de volta à briga por vitórias e títulos.  O sete vezes campeão da MotoGP, entretanto, afirmou que vai pensar na “decisão mais difícil da carreira” durante o intervalo das férias de verão neste mês de agosto.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube