Zarco celebra estreia com liderança, credita queda à inexperiência e relata sequela de acidente: “Dor no coração”

Um dos destaques do GP do Catar, Johann Zarco se mostrou satisfeito com sua prova de estreia na MotoGP, mesmo com a queda que colocou fim ao sonho de debutar com vitória. Francês creditou queda à inexperiência e revelou que ficou com dor no coração pelo abandono em Losail

 
Bicampeão da Moto2, Johann Zarco começou na MotoGP impressionando. Embora não tenha completado o GP do Catar, o francês chegou a liderar a corrida na frente de pilotos mais experientes como Andrea Iannone, Marc Márquez e Andrea Dovizioso.
 
Largando em quarto, Johann saiu da primeira curva na segunda colocação, e logo bateu Iannone para pegar a ponta na curva seis. O #5 permaneceu no comando até a sexta volta, quando caiu após cometer um pequeno erro na curva dois.
Johann Zarco ficou de coração partido com abandono em Losail (Foto: Tech3)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Bastante elogiado, inclusive por Maverick Viñales, Dovizioso e Valentino Rossi, que formaram o pódio catari, Zarco celebrou sua prova de estreia, mas reconheceu que ainda tem que aprender mais sobre a MotoGP.
 
“Largando da quarta colocação, nós tivemos um pouco de dificuldade no início”, disse Zarco. “As condições eram bem estranhas, mas eu podia ver a pista finalmente boa e estava pronto para correr”, seguiu.
 
“Largando na segunda fila, eu queria usar esta oportunidade para estar rapidamente no ritmo dos pilotos top. No fim, foi uma boa largada, uma boa primeira freada na curva um, e, claro, eu podia ver que estava me sentindo bem em comparação a eles”, contou. “Eu me sentia muito bem e comecei a ultrapassar. Não queria forçar e cair, porque estava consciente de que o limite, com as condições da pista, estava muito próximo. Quando assumi a liderança, tentei escapar, mas abri demais na curva dois e caí”, relatou.
 
“É uma pena, claro. Era possível talvez conseguir um pódio ou mais. Mas, para a primeira corrida, começar deste jeito é bom para a mente, bom para a confiança. Eu podia ver como eles estavam pilotando, como eles podem controlar e ser inteligentes durante a corrida. É uma boa lição para mim”, ponderou. “Preciso aprender esta nova categoria. Têm algumas pequenas coisas que preciso controlar um pouco mais. Como eu disse, não fiz isso aqui. Não terminei bem aqui. Mas eu posso realmente dizer que isso vai acontecer na próxima corrida”, assegurou.
 
Questionado se sofreu alguma lesão na queda, o francês de 26 anos respondeu: “Não, foi realmente só uma escorregada. Até mesmo a moto não estava muito danificada. Nós só demos uma escorregada”.
 
“Um pouco de dor no coração, mas essa não é uma dor física”, comentou.
 
Na visão do piloto da Tech3, a opção por correr com o pneu traseiro macio fez toda diferença em sua performance. Héctor Barberá, Karel Abraham, Álvaro Bautista, Sam Lowes, Aleix e Pol Espargaró e Jorge Lorenzo foram os outros que fizeram a mesma opção para a traseira.
 
“Esse pneu macio, eu disse para os rapazes: ‘Quero jogar, como no pôquer, com esse pneu macio’. Talvez não seja o único. Eu vi que a corrida caiu de 22 para 21 e aí para 20 voltas”, recordou. “E disse: ‘Por que não tentar?’ Eu não tinha nada a perder. Estou aprendendo. Foi por isso que fiquei positivo com o que fiz, curti esse momento e me sinto forte para o futuro. Sou um piloto suave e, com esse pneu macio, era possível me sair bem”, avaliou.
 
Indagado se seus objetivos para a temporada mudaram depois da performance de Losail, Zarco respondeu: “Para o meu treinador, sim”.
 
“Ele ficou feliz com o que eu fiz. Não é meu estilo correr como um louco e cair. Então ele disse: ‘Você precisa melhorar seu feeling, ainda precisa aprender as coisas. Continue treinando duro e você pode sonhar com pódios e vitórias’”, revelou. 
 
Em sua estreia na MotoGP, Zarco levou para a casa o registro de melhor volta do GP do Catar, com 1min55s990.

#GALERIA(6971)
 
PADDOCK GP #70 FAZ PRÉVIA DE ABERTURA DAS TEMPORADAS DE F1 E MOTOGP E LEMBRA PACE

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube