Hamlin contém pressão de Larson e abre playoffs da Nascar com vitória em Darlington

Bastou começar a fase decisiva da Nascar para Denny Hamlin enfim vencer na temporada 2021. E não foi uma vitória qualquer. O piloto da Joe Gibbs segurou Kyle Larson, outro protagonista da prova, para triunfar no oval de Darlington

Carlos Sainz bateu forte a Ferrari na inclinada curva 3 do circuito de Zandvoort no treino livre 3 (Vídeo: F1 TV)

Os playoffs, fase decisiva que vai definir o campeão da temporada 2021 da Nascar, começaram com dois protagonistas claros nas 500 Milhas de Darlington, prova realizada no último domingo (5). Kyle Larson, campeão da temporada regular, e Denny Hamlin, foram os pilotos que mais lideraram voltas ao longo da corrida e lutaram pela vitória até o fim. Depois de 367 voltas completadas e mais de 4 horas de prova, melhor para o piloto do carro #11 da Joe Gibbs, que segurou a pressão e até um toque, numa estratégia tudo ou nada do competidor da Hendrick, e cruzou a linha de chegada com apenas 0s212 de vantagem. Foi simplesmente a primeira ida de Hamlin ao Victory Lane na temporada. E logo na abertura dos playoffs.

Para se ter uma ideia do protagonismo da dupla em Darlington, Hamlin liderou 146 voltas e venceu o primeiro segmento da corrida, enquanto Larson comandou o maior número de giros, 156, e triunfou no segundo estágio. No somatório, os dois lideraram 302 das 367 voltas da prova.

LEIA TAMBÉM
+OPINIÃO GP: Red Bull aprende a contra-atacar e enrola Mercedes em vitória dominante na Holanda

DENNY HAMLIN; NASCAR; DARLINGTON;
Denny Hamlin foi ao Victory Lane depois de vencer batalha contra Kyle Larson (Foto: Nascar)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O grito de vitória, que estava engasgado na garganta de Hamlin desde o começo da temporada, foi libertado depois de uma atuação segura. O resultado, no fim das contas, já garante ao veterano a ida para a próxima fase dos playoffs. “Era questão de tempo. Não podemos simplesmente continuar liderando dez voltas todas as semanas e não conseguir uma vitória”, disse.

Ao falar sobre a estratégia de arriscar tudo na última volta, Larson disse classificou a tentativa como uma “manobra de videogame”.

“Chegamos à bandeira branca e pensei: não consegui passar por ele até agora, vou tentar alguma coisa. Sinceramente, cheguei ao para-choque do seu carro rápido demais. Dei tudo o que eu tinha. Não queria destruí-lo. Só queria tentar chegar por fora, mas ele fez um ótimo trabalho e não cometeu nenhum erro na última volta. Tive de acelerar tudo para ficar em segundo e andar perto dele”, declarou o piloto do carro #5.

Hamlin assumiu a liderança de Larson na volta 299 e, desde então, não foi mais superado. O terceiro lugar ficou para Ross Chastain, da Ganassi, que não faz parte do grupo dos 16 pilotos que avançaram para os playoffs, enquanto Martin Truex Jr. se recuperou de uma punição ao longo da corrida e fechou em um bom quarto lugar, seguindo assim na briga pelo título.

Kevin Harvick conquistou o quinto lugar na prova, seguido por Kurt Busch. Brad Keselowski foi o sétimo, à frente do companheiro de equipe na Penske, Joey Logano. Chris Buescher foi o nono e Austin Dillon completou a relação dos dez primeiros.

PLAYOFFS; NASCAR; DENNY HAMLIN;
Denny Hamlin é o primeiro a garantir vaga na próxima fase dos playoffs (Arte: Nascar)

Dentre os pilotos que estão nos playoffs, o domingo não foi muito positivo, por exemplo, para Ryan Blaney, que começou bem a prova, na frente, mas amargou uma rodada já no segmento final da corrida e terminou apenas em 22º. A jornada também foi ruim para três dos quatro pilotos da Hendrick, a equipe dominante até agora em 2021: Alex Bowman foi apenas o 26º colocado depois de enfrentar problemas após bater o carro #48 no muro. William Byron teve um pneu furado, também bateu no muro de proteção e abandonou a corrida. E o atual campeão, Chase Elliott, também deixou a prova depois de bater após disputa com Bubba Wallace e Christopher Bell na curva 1 durante a volta 327. Outro piloto que ficou pelo caminho na prova foi Kyle Busch, também em razão de acidente.

Na tabela de pontuação dos playoffs, Kyle Larson tem 2.106 pontos contra 2.072 de Hamlin. Martin Truex Jr. aparece em terceiro, com 2.062 tentos, à frente de Kurt Busch, com 2.052 e Ryan Blaney, com 2.048. Joey Logano aparece em sexto e soma 2.047, seguido por Kevin Harvick, com 2.046, e Brad Keselowski, com 2.038. Christopher Bell, com 2.031, e Chase Elliott, com 2.030, completam a relação dos dez primeiros.

A Nascar não para e vai correr em todos os finais de semana seguintes até 7 de novembro, quando acontece a corrida derradeira do campeonato, em Phoenix. A próxima etapa da temporada está marcada para a noite do próximo sábado (11) no oval de Richmond.

ZZZZZ!… GP DA HOLANDA DE F1: VERSTAPPEN VENCE E TIRA LIDERANÇA DE HAMILTON | Briefing

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar