Elliott vence em Martinsville e vai para decisão da Nascar. Favorito, Harvick fica fora

Chase Elliott fez sua parte e venceu, enquanto Brad Keselowski e Denny Hamlin avançaram por pontos. Quem pagou o pato foi Kevin Harvick, que fez manobra desesperada ao rodar Kyle Busch para conseguir vaga – e nem assim conseguiu

O domingo (1°) foi intenso para a Nascar em Martinsville. Na corrida que determinou os classificados para a decisão dos playoffs, a briga foi intensa pelas primeiras posições. Chase Elliott conseguiu encontrar ritmo forte nas voltas finais, abrindo vantagem e encaminhando uma vitória crucial para lutar pelo título em Phoenix.

Elliott, assim, acompanhou Joey Logano como um dos classificados de forma automática à decisão. Restavam outras duas vagas que seriam definidas por pontos, e a briga apertou muito: nas últimas voltas, Denny Hamlin, Brad Keselowski e Kevin lutavam entre si para saber quem ficaria fora.

Harvick, que teve pneu furado no começo da prova e nunca se recuperou por completo, foi para as voltas finais abaixo da linha de corte. Só que apenas por 1 ponto de diferença, significando que uma única ultrapassagem renderia a vaga. Kevin foi para cima de Kyle Busch pelo nono lugar na última volta e, sem chance real de fazer uma manobra limpa, optou pelo desespero: o #4 rodou o #18, mas acabou perdendo controle e rodando também.

Kevin Harvick foi eliminado de forma controversa (Foto: Nascar Media)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Ao invés de terminar em nono, Harvick caiu para 17° e ficou fora dos playoffs, garantindo presença de Hamlin e Keselowski na decisão. É uma surpresa que só o formato ‘mata-mata’ da Nascar pode providenciar: Kevin venceu nove corridas no ano inteiro e é amplamente visto como piloto do ano até aqui. Ainda assim, não terá a chance de se tornar bicampeão.

Além de Harvick, o trio Martin Truex Jr., Alex Bowman e Kurt Busch também fica pelo caminho. Truex coroa uma temporada mediana com um dia decepcionante: com carro para brigar pela vitória, o #19 terminou apenas em 22° após problema para fixar um pneu no último pit-stop. Bowman até surgiu em um honesto sexto posto, mas que não bastou. Mesma história de Kurt Busch, quinto.

Dessa forma, a sétima temporada dos playoffs ‘mata-mata’ chegam à decisão com Elliott, Hamlin, Keselowski e Logano. Os quatro vão para Phoenix com uma regra simples em mente: quem dos quatro terminar na frente se torna campeão. A prova no Arizona acontece já nesta semana.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube