Nascar planeja retomar temporada sem público no oval de Darlington em 17 de maio

Ainda com o objetivo de fazer 36 etapas em 2020, a Nascar revelou parte do novo calendário para o retorno das atividades já a partir de 17 de maio em Darlington

Enquanto a maioria das categorias vai atrasando seus inícios de temporada, a Nascar foi na contramão. A categoria, que já havia realizado quatro etapas antes da pandemia de coronavírus, confirmou, nesta quinta-feira (30), que vai voltar às atividades dentro de menos de três semanas, em Darlington, com portões fechados.
 
O calendário segue sem definições em sua grande parte, mas o cronograma de maio já está pronto. No dia 17, a primeira etapa, com a segunda acontecendo na mesma pista na quarta-feira (20) seguinte. O mesmo esquema de domingo e quarta vai ocorrer também em Charlotte, com as tradicionais Charlotte 600 marcadas para o dia 24.
 
"A Nascar e suas equipes estão animadas para voltar a correr e sabemos bem a responsabilidade que vem quando se retoma uma competição. Vamos voltar em um ambiente que garanta segurança dos nossos pilotos, fiscais e todos os membros da comunidade. Agradecemos a todas as entidades, todas as autoridades de saúde e também a todos na indústria que nos deram grande apoio para a decisão de retomar a competição e agora estamos ansiosos para que nossos fãs vejam novamente os carros na pista", disse Steve O’Donnell, vice-presidente da categoria.

Brad Keselowski venceu pela primeira vez em Darlington em 2018 (Foto: Nascar Media)
Além da ausência de público como medida de segurança pela pandemia de COVID-19, a Nascar também reduziu seus primeiros eventos a apenas um dia, eliminando treinos livres e mantendo a classificação apenas para a Charlotte 600.
 
Sem dar maiores detalhes sobre as provas que vão ocorrer a partir de junho, a Nascar reiterou o desejo de ter 36 etapas no calendário. Quatro delas já foram realizadas, enquanto outras oito sofreram adiamentos.

Os EUA são recordistas em casos e número de mortos por coronavírus no mundo. Ao todo, já são mais de 1,05 milhão de infectados pela COVID-19 em território norte-americano.


 
Aproveite e siga o canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube.

Paddockast #58
COMO SERIA O GRID DA F1 SEM PILOTOS DA F1?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube