Com Júlia Ayoub e Antonella Bassani, Ferrari retoma final da seletiva feminina da FIA

Júlia Ayoub e Antonella Bassani, do Brasil, Doriane Pin, franco-holandesa, e Maya Weug, espanhola, já estão em Maranello para a retomada da fase final da seletiva ‘Girls on Track’, que vai definir a primeira representante feminina da Academia da Ferrari, interrompida no fim do ano passado após um teste positivo para Covid-19

Depois de exatamente um mês, a final da seletiva ‘Girls on Track’, promovida pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) em conjunto com a Ferrari, foi retomada nesta semana em Maranello. A fase decisiva do processo seletivo que visa escolher a primeira representante feminina para a Academia da Ferrari foi interrompida em dezembro depois de um teste positivo para Covid-19 de uma das pilotas, que não teve seu nome revelado.

Quatro pilotas concorrem à cobiçada vaga no programa de desenvolvimento da Academia da Ferrari: as brasileiras Júlia Ayoub, 15 anos, e Antonella Bassani, 14; a franco-holandesa Doriane Pin, de 16 anos, e Maya Weug, também de 16, nascida na Espanha, mas filha de mãe belga e de pai holandês.

As finalistas da seletiva para vaga na Academia da Ferrari (Foto: FIA)


Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

No começo da fase decisiva, elas passariam por cinco dias de testes com carro da F4 na casa da Ferrari, com começo previsto para o dia 9. Enquanto aguardavam os resultados dos testes, os dias iniciais foram com atividades remotas, longe da pista. Com o positivo apresentado, a final foi paralisada.

Segundo a Ferrari, as jovens pilotas voltaram a Maranello, onde vão ser avaliadas durante alguns dias. O programa envolve testes de aptidão física e mental, sessões de simulador, atividades de mídia e uma série de aulas relacionadas a regulamentos esportivos e comportamento na pista.

“A parte mais aguardada e importante do processo de seleção acontece na quinta e na sexta-feira, com as meninas pilotando na pista de Fiorano em um carro de Fórmula 4 equipado com os mesmos pneus Pirelli usados no campeonato italiano”, informou a equipe.

Quanto à seleção em si, as pilotas vão deixar a base da Ferrari na tarde desta sexta-feira e, nos dias seguintes, uma comissão de engenheiros vai se reunir para analisar todos os dados, dentro e fora da pista, em detalhes, para selecionar a candidata vencedora do processo seletivo como a primeira integrante feminina da Academia da Ferrari.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube