Outras

Fora da Nissan, Oliveira assina com Aston Martin e garante permanência no Super GT na temporada 2019

João Paulo de Oliveira parecia destinado a perder a temporada do Super GT, mas tudo mudou. Pouco mais de um mês após sair dos planos da Nissan, o brasileiro foi selecionado pela Aston Martin para competir na classe GT300 do certame japonês
Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
João Paulo de Oliveira passou por apuros, mas está confirmado no grid do Super GT em 2019. O piloto brasileiro, dispensado pela Nissan em janeiro, foi anunciado nesta sexta-feira (15) como novo representante da Aston Martin no campeonato japonês de turismo.
 
O acordo faz parte da nova investida da marca britânica no Super GT, mais especificamente na classe secundária, a GT300. A Aston Martin vai alinhar o Vantage GT3 em parceria com a equipe D’station, tendo o próprio Oliveira e Tomonobu Fujii como dupla de pilotos.
 
“É um prazer para a Aston Martin receber a D’sation Racing, incluindo-os no nosso grupo de parceiros competindo com o Vantage GT3 internacionalmente”, disse David King, chefe da divisão esportiva da Aston Martin. “É um orgulho o fato de que a Aston Martin volta a correr em um campeonato tão prestigiado quanto o Super GT japonês, servindo como evidência do nosso automobilismo em expansão e das nossas atividades ao redor do mundo”, continuou.
O Aston Martin de João Paulo de Oliveira no Japão (Foto: Divulgação)
Para Oliveira, a presença na classe GT300 é novidade. O brasileiro compete desde 2006 no Super GT, mas sempre pilotando os GT500 da Nissan. A mudança de patamar ao menos serve para manter João Paulo na ativa no automobilismo japonês.
 
O grid da GT300 tem grid mais variado do que o da GT500. Enquanto a categoria principal conta ‘apenas’ com Nissan, Honda e Lexus, a categoria menor conta também com diversos nomes do automobilismo europeu. Mercedes, Porsche e até mesmo McLaren são algumas das montadoras que estão em vias de dividir pista com a Aston Martin.
 
A temporada 2019 do Super GT começa em 13 de abril, data dos 300 km de Okayama.