Hadjar vence corrida 2 da FRECA em Monza depois de batida entre Vidales e Beganovic

A última corrida da temporada 2021 da Fórmula Regional Europeia by Alpine tinha tudo para terminar até com 1-2-3 da Prema em Monza. Mas David Vidales forçou a barra ao tentar passar Dino Beganovic, quase decolou, acertou o sueco, e os dois abandonaram

A vitória na última corrida da temporada 2021 da Fórmula Regional Europeia by Alpine, a FRECA, caiu no colo de Isack Hadjar. O francês era o terceiro colocado na disputa deste domingo (31) em Monza, logo atrás de Dino Beganovic, que largou na pole-position, e de David Vidales, os dois pilotos da Prema. Mas depois da relargada — ocorrida na esteira de uma bandeira vermelha por conta de um incidente com Patrik Pasma —, os dois pilotos andaram lado a lado e espalharam na Variante della Roggia. Vidales quase decolou ao passar pelas zebras ‘salsichas’, acertou o companheiro de equipe, e os dois abandonaram. Desastre para a Prema em casa.

Piloto que vai ser membro do Red Bull Junior Team em 2022, Hadjar venceu a prova, enquanto Paul Aron, da Prema — que inclusive chegou a ser tocado por Vidales em uma das relargadas —, salvou o dia da equipe italiana e foi o segundo. O pódio foi completado por Hadrien David, que confirmou a conquista do vice-campeonato.

Dentre os brasileiros, o melhor colocado foi Gianluca Petecof, que terminou em 14º, três posições à frente de Eduardo Barrichello. Gabriel Bortoleto, que vinha em ascensão na corrida, foi vítima de um incidente na Variante Ascari, caiu para o fim do grid e finalizou em 28º de um total de 35 carros na disputa. Grégoire Saucy, campeão por antecipação, finalizou a corrida derradeira de 2021 na categoria em décimo lugar.

LEIA TAMBÉM
+ANÁLISE: Liberty Media crava jackpot e conquista sucesso onde F1 fracassou por décadas: EUA

ISACK HADJAR; FRECA; ACIDENTE; MONZA;
Isack Hadjar vê a vitória cair no colo após acidente entre Vidales e Beganovic (Foto: Reprodução)

Saiba como foi a corrida 2 da FRECA em Monza

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Membro da Academia da Ferrari, Dino Beganovic puxou o enorme grid, formado por 35 carros, na última corrida da temporada. Nos primeiros minutos, o sueco manteve a liderança, seguido por David Vidales e Paul Aron, seus dois companheiros de equipe na Prema. Gabriel Bortoleto, que largou em 21º, conseguiu subir para 17º, enquanto Gianluca Petecof era o 20º e Eduardo Barrichello, o 23º.

A prova teve a intervenção do safety-car ainda na sua primeira metade quando Ido Cohen rodou na entrada da Variante della Roggia. A pista ainda estava úmida em alguns trechos, resultado da chuva que deu as caras na madrugada.

A relargada foi complicada: Vidales jogou duro com Aron e fez o companheiro de equipe perder posições na entrada da chicane da curva 1. O estoniano caiu de terceiro para quinto. Patrik Pasma e Zane Maloney se tocaram na Variante della Roggia, e o finlandês parou na barreira de proteção. Já Gabriel Bortoleto caiu para o fim do grid depois de um incidente na Variante Ascari.

DINO BEGANOVIC; DAVID VIDALES;
Acidente forte entre Dino Beganovic e David Vidales fez a vitória cair no colo de Isack Hadjar (Foto: Reprodução)

O safety-car chegou a voltar à pista logo depois, mas quando restavam 9min50s e mais uma volta para o fim da corrida, a direção de prova acionou bandeira vermelha por conta dos danos na barreira de proteção em razão do acidente de Patrik Pasma. Todos os carros voltaram para os boxes.

Depois de algum momento de indefinição e paralisação, a prova foi retomada. Primeiro, sob regime de safety-car, mas depois, quando restavam 7min10s, com bandeira verde para uma nova relargada.

Metro depois, veio o inacreditável. Vidales colocou o carro lado a lado com Beganovic na entrada da Variante della Roggia. Os dois se tocaram, e o espanhol quase decolou depois de passar pelas zebras salsichas. Um acertou o outro, e os dois ficaram fora da corrida. O sueco, ao ver perdida a chance de vencer neste fim de temporada, se mostrou arrasado. Desastre para a Prema.

A liderança, então, caiu no colo de Isack Hadjar, da R-ace GP. O parisiense seguiu na frente até o fim da corrida, uma vez que a prova permaneceu em regime de bandeira amarela até o fim. Paul Aron terminou em segundo, enquanto Hadrien David completou o pódio. Gianluca Petecof completou a disputa em 14º, enquanto Eduardo Barrichello fechou a corrida em 17º.

MCLAREN OU FERRARI: QUEM LEVA O 3º LUGAR DA F1 2021? | GP às 10
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar