Petecof tem etapa difícil em Mugello e praticamente dá adeus ao título na F4 Italiana

O melhor resultado do piloto da Academia Shell Racing e da Academia da Ferrari foi o quarto lugar na corrida que fechou a rodada tripla em Mugello, no domingo. No fim das contas, o brasileiro praticamente deu adeus às chances de título. 83 pontos atrás de Dennis Hauger, Gianluca Petecof precisa vencer as três corridas da etapa derradeira, em Monza, e torcer para o norueguês não somar pontos

A penúltima rodada tripla da temporada 2019 da F4 Italiana, disputada no último fim de semana, em Mugello, deixou Gianluca Petecof distante do título. O brasileiro de 16 anos, piloto da Academia Shell Racing e da Academia da Ferrari, viveu uma jornada complicada no tradicional e veloz circuito italiano e, nas três corridas, obteve um quarto lugar, na terceira prova da jornada, como seu melhor resultado. Já seu grande adversário na luta pela taça, o norueguês Dennis Hauger, venceu duas corridas e praticamente garantiu o caneco.
 
A tabela do campeonato mostra, depois da jornada deste fim de semana, Hauger com 305 pontos, contra 222 de Petecof. São 83 tentos de vantagem para Dennis que, no entanto, ainda não é oficialmente o campeão. Por conta da regra dos descartes dos cinco piores resultados, Gianluca ainda sustenta chances matemáticas. Só que o brasileiro teria de vencer todas as três provas da rodada tripla derradeira da temporada, em Monza, enquanto o piloto da Van Amersfoort não pode somar um ponto sequer.
 
Ciente de que era tudo ou nada, Gianluca abriu a rodada tripla com a corrida 1, disputada no sábado, disposto a lutar com todas as forças para terminar à frente de Hauger e se sustentar na briga pelo título. 
Gianluca Petecof em ação na etapa de Mugello da F4 Italiana (Foto: Prema Powerteam)

O brasileiro largou em terceiro, atrás de Dennis e Paul Aron, seu companheiro de equipe, e lutou com o norueguês por posição, quando houve um toque envolvendo os líderes do campeonato. Hauger abandonou e Petecof seguiu na corrida para cruzar a linha de chegada em terceiro, mas o piloto da Prema foi considerado culpado pela colisão e sofreu uma punição de 10s, perdendo 20 posições.

 
Na prova seguinte, Hauger respondeu de forma perfeita: largou na pole, liderou todas as voltas e ainda cravou o melhor tempo da corrida, enquanto Petecof cruzou a linha de chegada em sexto lugar depois de ter largado em quinto.
 
A rodada tripla de Mugello foi concluída no domingo com outra jornada impecável de Hauger, que repetiu o feito da corrida 2 de sábado, colocando uma mão e quatro dedos na taça de campeão da F4 Italiana. Petecof confirmou a conquista de um top-5 ao terminar em quarto lugar depois de largar em quinto.
 
Ao fim dos trabalhos em Mugello, Petecof lamentou por ver o título da F4 Italiana praticamente perdido. “Esse fim de semana foi abaixo das nossas expectativas. Desde a classificação, faltou um pouco de ritmo, e houve algumas dificuldades. Não conseguimos o troféu, que era o nosso grande objetivo”, disse.
 
De olho na rodada tripla derradeira do campeonato, dentro de duas semanas, o brasileiro deixou claro que pretende encerrar da melhor forma sua segunda temporada na F4 Italiana. “Para Monza, a meta é fazer corridas limpas e maximizar o potencial do carro e garantir o top-2 do campeonato. Vamos dar tudo até o fim e ver como fica, não acabou ainda. Temos três corridas para mostrar nosso potencial”, concluiu.
 
Paddockast #36
O MELHOR PILOTO SEM VITÓRIA NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube