Outras

Petecof tem fim de semana de vitória, ‘grand chelem’ e aprendizado na abertura da F4 Alemã em Oschersleben

Na abertura da temporada 2019 da F4 Alemã, Gianluca Petecof viveu um fim de semana de emoções mistas na Motorsport Arena, em Oschersleben. No sábado, uma vitória contundente com direito a pole, todas as voltas lideradas e a melhor marca da corrida, além da maior diferença do primeiro para o segundo colocado. No domingo, o piloto da Academia Shell Racing e da Academia da Ferrari ficou fora dos pontos

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
Oschersleben recebeu a primeira rodada tripla válida pela temporada 2019 da F4 Alemã. Para Gianluca Petecof, o fim de semana foi de sentimentos bastante distintos: no sábado, uma vitória imponente com direito a ‘grand chelem’: pole, triunfo depois de liderar todas as voltas e a melhor marca da corrida 1. A rodada foi encerrada no domingo com duas outras provas, nas quais o brasileiro de 16 anos, membro da Academia Shell Racing e da Academia da Ferrari, não somou pontos.
 
Na tarde de sábado, Petecof abriu o grid e resistiu à pressão do tcheco Roman Stanek na largada, mantendo a primeira colocação ao retardar a freada na primeira curva. 
 
Com excelente ritmo de prova, Gianluca aumentou ampla vantagem e acelerou do início ao fim para marcar uma vitória contundente, com 14s de frente para Stanek. Foi um triunfo histórico porque representou a maior diferença entre o primeiro e segundo colocado na história da F4 Alemã.
Gianluca Petecof festeja a vitória na primeira corrida da temporada 2019 da F4 Alemã (Foto: Vicente Sfeir/Shell Racing)
“Largamos na pole, ganhamos a corrida com boa margem, fizemos a melhor volta. É um campeonato no qual é preciso ter muita consistência. Foi um começo perfeito para nós”, declarou o paulista logo após festejar no topo do pódio.
 
O domingo foi bastante desafiador do começo ao fim. A segunda corrida do fim de semana começou com a pista molhada e sob regime de safety-car. Depois de cinco minutos de prova, a disputa começou pra valer, e com Gianluca na ponta. O brasileiro largou com pneus de chuva e tinha um bom ritmo na primeira parte da prova. Contudo, a pista começou a secar, e Petecof foi superado com 15 minutos de prova.
 
Com uma nova entrada do safety-car, Petecof aproveitou para entrar nos pits e colocar os pneus slicks, como estava a maior parte do pelotão. Na volta à pista, o piloto do carro #5 da Prema começou a se recuperar e já era o sétimo colocado, sendo o melhor com os slicks. A recuperação ia além quando ao tentar ultrapassar Paul Aron, um dos seus companheiros de equipe, na briga pelo terceiro lugar, Gianluca teve a asa dianteira do seu carro danificada.
 
Petecof ainda voltou para a pista, mas sofreu uma nova avaria na asa dianteira em disputa com Arthur Leclerc e teve de abandonar.
 
Na segunda e derradeira prova do domingo, a terceira do fim de semana, o brasileiro largou em 16º. Com pista seca, Gianluca logo conseguiu subir para 13º, mas depois ficou encaixotado por uma grande fila de carros. O piloto tinha como objetivo chegar logo ao primeiro pelotão e tentou ganhar posições, chegando a ocupar a 12ª posição quando, em seguida, em incidente com Dennis Hauger, saiu da pista com a asa dianteira danificada e caiu quase que para o fim do pelotão, em 16º. Petecof trocou a peça, conseguiu fazer a volta mais rápida da corrida, mas recolheu o carro para os boxes com cinco minutos para o fim da disputa.
Gianluca Petecof em ação em Oschersleben pela F4 Alemã (Foto: Prema Powerteam)
Ao término de um fim de semana movimentado, Petecof lamentou o domingo complicado. “O campeonato alemão começou maravilhoso no sábado. Hoje a velocidade estava lá, mas infelizmente não conseguimos trazer para casa os pontos que a nossa performance justificava. É aprender com os erros e voltarmos mais fortes na próxima semana para a abertura do campeonato italiano. Agradeço à Academia Shell Racing pelo suporte em mais uma temporada na Europa e à equipe Prema pelo carro de primeira linha que tive em Oschersleben. Estou muito motivado para o restante do ano”, comentou.
 
Com três corridas disputadas e 17 para o fim do campeonato, Roman Stanek, superado por Petecof na corrida 1 em Oschersleben, lidera com 47 pontos. Gianluca está em sétimo, com os 25 pontos da sua primeira vitória em 2019.
 
Gianluca Petecof agora se prepara para encarar a etapa de abertura da F4 Italiana, que acontece neste fim de semana no circuito de Vallelunga. Já pelo campeonato alemão, o próximo desafio do brasileiro acontece no Red Bull Ring, na Áustria, entre os dias 8 e 9 de junho.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.